Alex Silveira conquista quinto título no Cearense de Marcas

4 de dezembro de 2018

Após vencer a sétima etapa do Campeonato Cearense de Marcas, prova realizada na manhã deste domingo (02), no Autódromo Virgílio Távora (Eusébio), o piloto Alex Silveira (Auto Peças Padre Cícero, Difuso, Açailândia e Asproturbo) entrou para a disputa da oitava etapa, realizada à tarde, com mais vontade ainda de buscar a vitória para tirar a desvantagem de pontos que tinha em relação aos pilotos Carlos Machado e Beto Pontes.

Silveira sabia que não seria fácil para ele, apesar de estar largando na quarta posição, pois seu carro não estava com o acerto ideal para aquele traçado de 1900 metros, mesmo assim ele tratou de buscar a ponta logo no início e não deu outra, com Beto e Machado largando nas últimas posições do grid, devido a punições, Alex precisava acelerar forte.

A tocada forte de Alex o manteve distante até a oitava volta quando Machado, já em segundo, tentava de tudo para superá-lo, fato que rendeu a manobra mais bonita do dia quando Alex Silveira evitou a ultrapassagem do oponente na Curva da Pontel, arrancando aplausos de todo o público presente.

No entanto, de dada adiantou tamanho empenho do piloto do Gol 56, que teve de ir aos boxes quando o Safety Car entrou na pista (pelo regulamento o Safety Car entra na metade da prova para reagrupar os carros) Alex parou nos boxes para trocar o pneu traseiro direito que havia perdido pressão. O trabalho rápido do pessoas da equipe devolveu o Gol 56 na passagem do pelotão pela reta dos boxes, na hora da relargada e Alex pode voltar, em último, mas na mesma volta, e foram 12 voltas de pressão e muita raça, já que ele precisava chegar em quarto lugar para conseguir seu quinto título cearense.

Na 24ª volta, após Beto Pontes cruzar em primeiro, Carlos Machado em segundo e Alexandre Malta em terceiro, uma explosão de gritos ecoou do box da equipe Asproturbo. “O campeão voltou, o campeão voltou”. Era Alex em quarto lugar, garantindo assim um título inesperado em um ano de dificuldades e de muita superação como ele bem definiu.

“Só tenho a agradecer aos que acreditaram em mim. Este ano deixei de vir a duas etapas por falta de condições, mas depois consegui apoio e deu no que deu! eu quero agradecer, apenas isso quero agradecer humildemente a todos quer me ajudaram nesse ano de dificuldades, mas que conseguimos vencer com muito trabalho. Obrigado”, afirmou Alex.

O Uso dos textos e fotos para uso em redes sociais, editorial deve ser feito mediante autorização e devida citação da fonte.
Texto e Fotos: Robério Lessa – @Carrosecorridas

Copyright© 2007-2018 – carrosecorridas.com.br | Proibida a reprodução sem autorização

Tags: