Brasileiros animados para as 24 Horas de Daytona

8 de janeiro de 2019

Após participarem das sessões de treinos para a 57ª edição das 24 Horas de Daytona, o já tradicional ROAR  entre os dias quatro e seis de janeiro, os brasileiros Christian Fittipaldi, Pipo Derani e Felipe Nasr, da equipe Action Express Racing apostam em um bom desempenho, visto que conseguiram boas colocações no grid da prova que abre o calendário do Automobilismo Mundial.

As 24 horas de Daytona acontece nos dias 26 e 27 de janeiro, no Daytona International Speedway na Flórida (EUA), e terá uma motivação especial para Christian Fittipaldi.  É que o piloto, além de tentar sua quarta vitória em Daytona, vai  fazer nesta corrida sua despedida das pistas.

Christian vai estar no comando do Mustang Sampling Cadillac DPi-V.R número cinco ao lado dos portugueses João Barbosa e Filipe Albuquerque e do britânico Mike Conway. No classificatório do último domingo, Albuquerque registrou o quarto melhor tempo (1:34.282) para a equipe, que durante todos os treinos esteve sempre entre as mais rápidas da classe DPi.

No outro carro, também da Action Express Racing, o Whelen Engineering Cadillac DPi-V.R, será pilotado pelo atual campeão do IMSA WeatherTech SportsCar Championship, os brasileiros Felipe Nasr, Pipo Derani e o norte-americano Eric Curran. Nasr foi o responsável pela melhor volta do Cadillac  31 no classificatório, marcando o quinto tempo (1:34.368) e deixando os dois carros da equipe lado a lado nos boxes.

As atividades em Daytona só retornam agora no final do mês, com o treino que irá definir o grid no dia 24. A prova terá sua largada às 14h35 do dia 26 (17h35 de Brasília).

“Foram três dias muito bons e experimentamos tudo o que gostaríamos em nosso Cadillac. Os carros da Mazda se mostraram um pouco mais velozes, mas estamos confiantes de que a gente ainda tem um pouco mais guardado. E estamos confiantes, acima de tudo, em nosso ritmo de corrida. Acho difícil brigar pela pole, mas para a corrida acredito muito no ritmo, o que durante 24 horas, faz uma diferença brutal. Estou muito animado”, comentou Fittipaldi, que ao lado de Barbosa e Albuquerque, foi o vencedor em Daytona no ano passado.

Nasr também destacou a boa performance do seu carro. “Nosso Cadillac estava muito bom. Não sei se vamos encontrar toda a velocidade que os demais carros, mas sei que a equipe Action Express vai analisar tudo e tirar o que for possível do carro, como eles sempre fazem”, disse o brasileiro, que no ano passado foi vice-campeão em Daytona.

Estreando no time, Pipo Derani – que já venceu Daytona em sua primeira tentativa em 2016 – também está motivado. “Foi muito bom o meu primeiro contato com a equipe. Precisava destes três dias para nos conhecermos e entendermos melhor como cada um de nós trabalha. Tudo correu muito bem. A equipe tem sido extremamente aberta e me recebeu da melhor maneira possível. Estou muito feliz com isso. A adaptação com o carro também foi muito boa. Estou gostando bastante de pilotar o Cadillac e eu não posso esperar pela corrida e começar este novo trabalho, essa nova fase na minha carreira que eu acredito será muito boa. Espero contribuir ao máximo neste trabalho que começa agora e tentar manter o título dentro da equipe”, completou o jovem piloto.

Uma das maiores provas de endurance do mundo, as 24 Horas de Daytona abrem a temporada do IMSA, que terá ao longo do ano o total de 10 provas.

Texto: Com informações da FGCom.

Foto: FGCom/Divulgação.

Tags: