Autop Carros Geral

Autop Off-Road é oportunidade de negócios para empresas do setor automotivo

O setor automotivo é um dos que gera mais riquezas no país.  De acordo com pesquisa realizada pelo Sindicato Nacional da Indústria de Componentes para Veículos Automotores (Sindpeças), o resultado do biênio 2017-2018 trouxe um saldo positivo em relação ao anterior (2015 – 2016). O faturamento da indústria mostrou uma recuperação pós-crise, e totalizou em um crescimento acumulado equivalente a 42,7%, opondo-se ao decréscimo de quase 26% dos anos de 2014 a 2016.

Para o Sindpeças, há uma expectativa de crescimento de 8,4% no faturamento total das empresas do setor, em relação ao desempenho do ano passado e a abertura de 10 mil novos postos de trabalho.

E este crescimento muito se deve ao setor off-road. O investimento das montadoras em SUV’s, picapes e utilitários 4×4 tem superado as expectativas e mostra ter um público fiel e em crescimento, já que o brasileiro tem dado mostras de ter um espaço em sua garagem para um veículo fora de estrada.

No Ceará, o Sistema Sincopeças/Assopeças/Assomotos do Ceará – SSA/CE, decidiu abrir espaço para dar a esse público uma feira capaz de reunir empresas e uma praça para competição e assim foi realizada, nos dias 24 a 27 de outubro a primeira Autop Off-Road em uma estrutura montada na antiga Cavalaria da Polícia Militar do Ceará, com 46 empresas dedicadas ao mundo fora da estrada e uma pista com duplo traçado para provas competitivas e um traçado com obstáculos.

Ranieri Leitão, presidente do Sincopeças acredita que a Autop Off -Road será um marco do segmento off-road. Ele lembra que, apesar de ser a primeira edição, o potencial de negócios é enorme.

No Ceará, praia, serra e sertão se unem em trilhas belíssimas percorridas por integrantes de mais de 100 clubes off- roads em atividade, com estimativa de 4.000 mil associados. Esses números mostram a pujança do setor que é ávido por produtos capazes de dar um upgrade nos veículos, e um desses componentes é a suspensão.

Presente à Autop Off-Road, a Off Shox, indústria de amortecedores especiais, desenvolve uma linha especial para quem quer poder abusar mais do veículo 4×4.

Para Luis Haas, diretor comercial da empresa, a feira deve se firmar como um grande evento do Norte e Nordeste brasileiro a exemplo de outros eventos que são realizados no eixo sul-sudeste. Segundo ele, esse é o momento de apresentar os produtos para quem não conhece.

A reportagem do Carros e Corridas aceitou o convite da Off Shox fez um test drive em duas Mitsubishi L200 Triton. Uma equipada com os amortecedores produzidos pela indústria, e outra com os amortecedores de fábrica. Mesmo que os amortecedores originais garantam ao veículo uma condução segura, é perceptível a diferença quando colocado em condições mais severas e aí a utilização dos amortecedores especialmente desenvolvidos para tal condição torna mais fácil a missão de transpor essa adversidade severa.

Além da suspensão, os pneus são outros demasiadamente exigidos e as fábricas de pneumáticos estão de olho na divisão desse bolo. Uma delas é a Michellin, que é proprietária da BF Goodrich a qual possui uma linha exclusiva para o off-road.

Sandro Motta, gerente regional da Michellin, mostra entusiasmo quando fala da possibilidade de negócios que a Autop Off-Road oportuniza aos expositores e também partilha a opinião de que o setor tem muito a crescer.

A indústria de baterias é outra que aposta no segmento. A Heliar, uma das marcas mais conceituadas do mercado, não ficou de fora do mercado e apostou alto na produção de uma linha voltada para os veículos que topam com terrenos hostis e tem de atravessar áreas alagadas, além de ter de manter a energia para aparelhos de geo localização, comunicação e para os conjuntos de luzes extra.

Luceno Pinheiro é representante da marca Heliar para o mercado cearense e ressalta a produção das baterias voltadas aos carros off-road.

O uso do texto, fotos e vídeos deve ser autorizado e seguido das fontes.

Texto e Fotos: Robério Lessa.

Copyright© 2007-2019 – carrosecorridas.com.br | Proibida a reprodução sem autorização