Porsche Cup abre temporada 2020 em Interlagos

9 de março de 2020

O palco da primeira corrida da história da Porsche Cup em 2005 volta a receber os carros de competição mais produzidos no planeta neste sábado, para a primeira etapa da temporada que marca o 15º aniversário da maior categoria de Gran Turismo das Américas.

A primeira reunião do ano marca a abertura do Campeonato de Sprint, certame de seis etapas com rodadas duplas e inversão do grid nas segundas corridas. Mais uma vez haverá um campeonato para a versão mais recente dos Porsche 911 GT3 Cup, que correm com motor 4.0 litros, e outra para os carros de motor 3.8 litros. Assim serão quatro provas neste sábado.

Saiba tudo sobre o campeonato que se inicia em São Paulo e passa por Goiânia, Estoril e Velo Città antes de ser decidido em novembro.

Os campeonatos

A temporada da Porsche Cup tem dois campeonatos. Nas provas de Sprint, os competidores correm individualmente. São seis etapas ao longo do ano, sempre com rodadas duplas. No campeonato de Endurance, acontecem três corridas, sempre com revezamento entre os pilotos de cada carro.

Há ainda o simbólico título “overall”, conferido ao piloto de maior pontuação nas nove etapas, combinados os resultados de Sprint e Endurance.

Novidades no pacote técnico

Após bem-sucedidos testes na pré-temporada, os carros partem para a abertura do campeonato com novos apêndices aerodinâmicos: “gurneys” sobre as asas traseiras e “flaps” na parte dianteira dos carros.

O principal efeito deles é aumentar a carga aerodinâmica sobre os carros, trazendo mais estabilidade nas curvas e freadas de alta velocidade. Com isso pretende-se aumentar a vida útil dos pneus Michelin, o que pode proporcionar mais disputas em todos os pelotões das corridas até as voltas finais.

É grande a expectativa do corpo técnico da Porsche Cup para avaliar o desempenho dos carros em situação real de corrida com os novos componentes aerodinâmicos. Se apresentarem resultados satisfatórios para pilotos e engenheiros, devem permanecer ao longo do ano.

As categorias em disputa

São duas categorias, cada qual com sua classe de entrada. Os carros de motor 4.0 litros disputam a Carrera Cup, mesma nomenclatura das categorias profissionais da Porsche Cup ao redor do mundo. A critério da organização, os pilotos podem ser inscritos também na classe Sport, divisão com pontuação e pódio separados.

Os carros de motor 3.8 litros disputam a Porsche GT3 Cup, categoria que também tem sua divisão Sport, estabelecida pelos mesmos parâmetros.

Todos os competidores da classe Sport pontuam e concorrem nos campeonatos gerais.

Duração das provas de Sprint

Na abertura do campeonato em Interlagos, a primeira corrida de cada categoria terá duração de 30 minutos mais uma volta, um aumento em cinco minutos em relação à duração das corridas dos últimos campeonatos. A exemplo do uso do gurneys e flaps, o corpo técnico da Porsche Cup vai avaliar os efeitos da corrida de meia hora para então definir se permanece desta forma o restante do ano.

As provas do grid invertido têm previsão de 25 minutos mais uma volta.

 Texto: Luis Ferrari/Porsche Cup/Divulgação.

Foto: Lucas Bassani/Divulgação.

Tags: