Felipe Drugovich aumenta a expectativa para a abertura da temporada da Fórmula 2

3 de junho de 2020

Com a crescente melhora da situação na Europa, o automobilismo começa a se organizar para voltar às pistas após uma longa parada em função da pandemia do Coronavírus. Nesta terça-feira (02), a Fórmula 1, Fórmula 2 e Fórmula 3 divulgaram de forma oficial seus calendários para a temporada, inicialmente com oito etapas, as duas primeiras marcadas em dois finais de semana consecutivos no Red Bull Ring, na Áustria.

Piloto da Fórmula 2 pela equipe holandesa MP Motorsport, o brasileiro Felipe Drugovich está preparado para o retorno às competições e para sua estreia na última categoria antes da mais importante do automobilismo mundial, a Fórmula 1.

“Eu já estava bastante ansioso pela abertura da temporada em março, imaginem agora depois desta parada forçada, que nos fará estrear apenas em julho”, destaca Felipe Drugovich, que recentemente completou 20 anos. “Voltar às competições é muito bom, especialmente por sabermos que na Europa a situação de saúde começa a se normalizar. Agora vamos torcer para que o Brasil e o resto do mundo também cheguem a uma situação mais tranquila”, completou.

Durante a suspensão das atividades do automobilismo em todo o mundo, Felipe Drugovich manteve uma rotina de preparação física e mental focando exatamente no dia em que poderia voltar às competições. “Trabalhei bastante estes dois pontos muito importantes para um piloto, obedecendo o programa de exercícios determinado pelo meu preparador físico”, lembra Drugovich.

Além disso, o piloto de Maringá (PR) dedicou-se ao automobilismo virtual, onde obteve destaque mundial ao vencer as mais diversas competições, das quais participaram inclusive vários pilotos de Fórmula 1. “Foi uma forma de manter meus reflexos em dia e, mesmo não sendo corridas reais, estas atividades ajudaram muito a me manter ‘perto’ dos autódromos e das competições”, salienta Felipe Drugovich.

Faltando um mês para finalmente fazer sua estreia na Fórmula 2, Felipe Drugovich renova suas expectativas para a temporada. Segundo colocado no último treino e terceiro na classificação geral dos testes coletivos realizados no Bahrein em março – onde a categoria deveria ter iniciado a temporada –, o piloto aposta em um ano de aprendizado e de bons resultados.

“O time é bom, fomos bem nos testes, mas é uma nova categoria”, explica. “Temos novidades pela frente, como corridas mais longas, pit-stops e um carro mais potente, por exemplo. Mas estamos todos muito confiantes, tanto eu quanto a MP Motorsport, então agora aguardamos muito ansiosos pela abertura da temporada no início de julho”, finaliza Felipe Drugovich.

Felipe Drugovich tem o apoio de Drugovich Auto Peças, que atua no ramo de peças para caminhões e ônibus, e da Noma, destaque no segmento de implementos rodoviários.

O calendário da Fórmula 2 para 2020, com as primeiras oito etapas em rodada dupla, foi divulgado nesta terça-feira e assim que possível a categoria deverá anunciar as quatro etapas ainda faltantes.

Confira:
1ª etapa – 3 a 5 de julho – Red Bull Ring (Áustria)
2ª etapa – 10 a 12 de julho – Red Bull Ring (Áustria)
3ª etapa – 17 a 19 de julho – Hungaroring (Hungria)
4ª etapa – 31 de julho a 2 de agosto – Silverstone (Inglaterra)
5ª etapa – 7 a 9 de agosto – Silverstone (Inglaterra)
6ª etapa – 14 a 16 de agosto – Barcelona (Espanha)
7ª etapa – 28 a 30 de agosto – Spa-Francorchamps (Bélgica)
8ª etapa – 4 a 6 de setembro – Monza (Itália)

 

Texto: KG COM Assessoria de Comunicação/Erno Drehmer/Divulgação

Foto: Dutch Photo Agency/Divulgação

Copyright© 2007-2020 – carrosecorridas.com.br | Proibida a reprodução sem autorização

Tags: