Tríplice Coroa Virtual encerra ciclo de corridas

5 de junho de 2020

A última etapa da Tríplice Coroa Virtual, disputada nesta semana com carros de Fórmula 1, concluiu um período de oito semanas de corridas virtuais com grandes estrelas do automobilismo, incluindo os principais representantes do Brasil nas duas maiores categorias do mundo nos últimos 25 anos, como Felipe Massa, Rubens Barrichello, Felipe Nasr, Tony Kanaan, Matheus Leist, Helio Castroneves etc.

Além das estrelas da F1 e a Indy, outras 20 categorias foram representadas por mais de 60 pilotos que estiveram em pelo menos uma das corridas virtuais: Formula E, Nascar, F2, F3, F4, Indy Lights, USF-2000, Stock Car, Stock Light, Brasileiro de Marcas, WEC, F-Renault, Copa Truck, Porsche, Sprint Race, Copa HB20, IMSA, Endurance, kart, além, claro, dos próprios representantes do automobilismo virtual.

Somente da principal categoria do automobilismo nacional, foram 13 pilotos, incluindo os últimos três campeões da Stock: Daniel Serra, Felipe Fraga e Marcos Gomes, que aceleraram junto com Lukas Moraes, Vitor Genz, Nonô Figueiredo, Pedro Cardoso, Guilherme Salas, Guga Lima, Gaetano Di Mauro, Gabriel Casagrande, Julio Campos e Rafael Suzuki.

Com organização da Virtual Challenge e da agência RF1, tanto promotores quanto pilotos promoveram o evento de forma beneficente, divulgando campanhas de combate ao novo coronavírus, como Cidade Solidária, da Prefeitura Municipal de São Paulo. A corrida virtual de 13 de maio inclusive fez parte do calendário das comemorações oficiais dos 80 anos do Autódromo de Interlagos.

Disputadas na plataforma iRacing, considerada a mais fiel ao simulador de automobilismo, as provas também tinham objetivo de promover entretenimento aos fãs no período de mais de dois meses de quarentena. A visibilidade foi garantida com mais de 240.000 visualizações ao longo do campeonato, com parceiros de divulgação como Acelerados, Bandsports, F1 Mania, Motorsport.com e High Speed. As oito provas também foram exibidas na TV, gerando 480 minutos de cobertura na TV Bandsports.

“Tivemos bastante visibilidade para o automobilismo virtual e isso é muito gratificante. Acredito que os dois campeonatos, Desafio Virtual das Estrelas e Tríplice Coroa estabeleceram marcas recordes, não apenas de audiência, mas também pela incrível qualidade dos pilotos profissionais envolvidos. Este intercâmbio com os nosso competidores virtuais foi incrível”, diz Rodrigo Munhoz, diretor da Virtual Challenge.

Rodrigo França, editor-chefe da agência RF1 e comentarista das oito provas do Desafio Virtual das Estrelas e Tríplice Coroa, também destacou o sucesso dos eventos.

“Em março, iniciamos o projeto para colocar em prática esta ideia de criar corridas virtuais chamando pilotos reais e ela ganhou dimensões impressionantes e de forma muito rápida. Agradecemos a todos os profissionais que participaram com a gente, contribuindo para uma causa nobre e oferecendo um grande entretenimento aos fãs neste difícil momento que todos nós estamos vivendo. O automobilismo virtual atingiu outro patamar após estes eventos e este intercâmbio com o mundo profissional do esporte a motor veio para ficar”, diz o jornalista.

A última etapa da Tríplice Coroa Virtual, disputada com carros da F1 em Spa-Francorchamps (já que o iRacing não tem o circuito de Mônaco), teve vitórias de Gustavo Ariel (Kart) e Rafael Matta (piloto virtual). O campeão foi Romar Arns, com Dudu Barrichello com o vice, mesmo sem ter participado da última etapa por já estar em viagem para as competições reais da USF-2000. Já no Desafio Virtual das Estrelas, o campeão foi Felipe Drugovich, com Dudu em segundo e Enzo Fittipaldi em terceiro.

Neste domingo (07), o Bandsports ainda exibe a última etapa da Tríplice Coroa Virtual na íntegra, a partir das 8h30 da manhã.

 

Texto: RF1/Divulgação

Foto: Divulgação

Copyright© 2007-2020 – carrosecorridas.com.br | Proibida a reprodução sem autorização

Tags: