Vitória de Felipe Drugovich em estreia na Fórmula 2

5 de julho de 2020

Neste fim de semana o Autódromo Red Bull Ring, na Áustria, foi o palco para uma estreia perfeita do brasileiro Felipe Drugovich na Fórmula 2, a última categoria antes da Fórmula 1. Depois de uma tomada de tempos em que garantiu um lugar na primeira fila do grid de largada na sexta-feira (03) e de terminar em 8º na primeira corrida no sábado, neste domingo (05) ele venceu de ponta a ponta a corrida 2, transformando-se no principal destaque da rodada de abertura da temporada da Fórmula 2.

Felipe Drugovich, valendo-se do regulamento que determina a inversão da ordem de chegada entre os oito primeiros da primeira corrida, largou na pole position da segunda corrida na Áustria. O brasileiro fez boa largada e manteve-se na ponta, liderando um pelotão que trazia o suíço Louis Deletraz na segunda posição.

As primeiras voltas da prova foram marcadas por três entradas do safety car, o que naturalmente causou três relargadas, quando Felipe Drugovich novamente soube se impor ante os concorrentes. Após a prova retomar sua normalidade, o piloto da equipe holandesa MP Motorsport manteve-se sem cometer erros e marcou a melhor volta da prova diversas vezes, sempre abrindo vantagem sobre Deletraz.

Nas últimas voltas, já com mais de um segundo de vantagem sobre o piloto suíço, Felipe Drugovich não se preocupava com a possibilidade de Deletraz poder utilizar o DRS e tentar uma última aproximação. Com isso, o piloto de Maringá (PR) abriu uma distância ainda maior, que chegaria a 2.469 segundos na bandeirada para conquistar uma vitória maiúscula em sua rodada de estreia na Fórmula 2.

O 8º lugar obtido no sábado e a vitória e os pontos obtidos por ter estabelecido a melhor volta da prova (1:17.277) neste domingo valeram a Felipe Drugovich o terceiro lugar na classificação do campeonato, com 21 pontos. O inglês Callum Illot, vencedor da prova no sábado, e o russo Robert Shwartzmann são os dois primeiros colocados, respectivamente com 27 e 23 pontos.

“Extremamente feliz não chega nem perto de como estou me sentindo hoje”, resumiu o piloto brasileiro, de 20 anos de idade. “Desde ontem (sábado) o carro já mostrava boa performance, mas um erro no balanço do carro não nos deixou traduzir isso na pista. Os pneus são muito sensíveis e se não tivermos um bom balanço fica difícil manter um bom ritmo. Corrigimos isso para hoje e então consegui comandar a corrida de acordo com os meus sonhos, digamos assim”, completou Felipe Drugovich.

A necessidade da direção de prova em utilizar o safety car várias vezes atrapalhou um pouco a estratégia de Felipe Drugovich. “Foram vários e eu sempre tentei estabelecer uma diferença de 1 segundo para o Deletraz para que ele não pudesse utilizar do DRS, que é muito importante para todos os pilotos. Quando finalmente eu consegui, pude ficar mais tranquilo e abrir essa boa vantagem na última parte da prova”, finalizou.

A Fórmula 2 volta à pista no próximo final de semana, novamente como preliminar da Fórmula 1 e outra vez no Autódromo Red Bull Ring, para sua segunda rodada dupla da temporada.

Felipe Drugovich tem o apoio de Drugovich Auto Peças, que atua no ramo de peças para caminhões e ônibus, e da Noma, destaque no segmento de implementos rodoviários.

O resultado completo da segunda corrida da Fórmula 2 em 2020:
1 Felipe Drugovich (BRA) – MP Motorsport – 28 voltas – 42:05.526
2 Louis Deletraz (SUI) – Charouz Racing System – a 2.469
3 Dan Ticktum (GBR) – DAMS – a 2.790
4 Robert Shwartzmann (RUS) – Prema Racing – a 3.330
5 Christian Lundgaard (DIN) – ART Grand Prix – a 5.396
6 Nobuharu Matsushita (JAP) – MP Motorsport – a 9.177
7 Mick Schumacher (ALE) – Prema Racing – a 9.741
8 Jack Aitken (GBR) – Campos Racing – a 14.041
9 Callum Illot (GBR) – UNI-Virtuosi – 40 voltas – a 14.272
10 Nikita Mazepin (RUS) – Hitech Grand Prix – a 15.395
11 Yuki Tsunoda (JAP) – Carlin – a 17.528
12 Roy Nissany (ISR) – Trident – a 18.471
13 Pedro Piquet (BRA) – Charouz Racing System – a 19.118
14 Guanyu Zhou (CHI) – UNI-Virtuosi – a 19.668
15 Guilherme Samaia (BRA) – Campos Racing – a 22.082
16 Jehan Daruvala (IND) – Carlin – a 24.290
17 Marino Sato (JAP) – Trident – a 24.909
18 Artem Markelov (RUS) – BWT HWA Racelab – a 1 volta
DNF Marcus Armstrong (NZL) – ART Grand Prix
DNF Luca Ghiotto (ITA) – Hitech Grand Prix
DNF Sean Gelael (INA) – DAMS
DNF Giuliano Alesi (FRA) – BWT HWA Racelab

Texto: Erno Drehmer
Foto:

Copyright© 2007-2020 – carrosecorridas.com.br | Proibida a reprodução sem autorização

Tags: