Eric granado conquista vitória e estabelece recorde na Espanha

19 de julho de 2020

O jovem brasileiro Eric Granado, da equipe Avintia Esponsorama Racing, venceu neste domingo (19) a etapa de abertura do Campeonato Mundial de Moto-E, realizada no circuito de Jerez de la Frontera, na Espanha. Esta foi a terceira vitória consecutiva de Granado na categoria, uma vez que o piloto de 24 anos havia sido o melhor nas duas provas de encerramento do torneio em novembro do ano passado, no também espanhol circuito de Valência. O piloto da equipe Avintia também cravou a melhor volta da prova, novo recorde da categoria para o circuito espanhol, com a marca de 1min47s656 e média de 147,9 km/h.

Com o resultado, Granado agora lidera o campeonato com 25 pontos, seguido pelo italiano Matteo Ferrari (equipe Trentino Gressini MotoE) e o suíço Dominique Aegerter (Dynavolt Intact G), que somam 20 e 16 pontos, respectivamente. O brasileiro já vinha se impondo desde os treinos livres de sexta-feira, sendo o primeiro colocado em todas as ocasiões em que os pilotos foram para a pista. Na largada deste domingo, Eric chegou a ser ultrapassado pelo alemão Lukas Tulovic (Tech3 E-Racing), mas retomou a posição ainda na primeira volta para abrir uma vantagem de três segundos ao final da prova, considerada grande em termos de Moto-E.

Granado explica que foi surpreendido por um novo comportamento da Energica Ergo Corsa, moto utilizada por todos os participantes. “Ela empinou um pouco na largada. Foi a primeira vez que isso aconteceu na Moto-E”, explicou. “E acho que foi por causa do maior torque que temos nesta temporada, pois eu nunca tinha sentido isso. A roda dianteira levantou na arrancada e me fez perder um pouco de tempo até a moto se estabilizar no chão novamente”, detalha, lembrando que uma característica das motos elétricas é “entregar” toda a potência e torque imediatamente, diferente do que acontece nas motor a combustão, que têm uma “entrega progressiva”.

Granado lembrou que após o reflexo inicial para estabilizar a moto seu foco imediato foi tentar ultrapassar o alemão Tulovic, que assumira a ponta: “Eu o passei já na reta oposta e então me concentrei em fazer o máximo. Depois disso eu pude controlar a distância (para o restante do grid)”, detalhou. Daquele momento em diante, o brasileiro passou a aumentar sua vantagem para o pelotão que vinha atrás.

No próximo fim de semana a Moto-E realiza mais uma etapa, também em Jerez de la Frontera. Granado comentou sobre a situação inédita, com o calendário bastante apertado como consequência da pandemia do coronavírus. “É a primeira vez na minha vida que tenho duas corridas em duas semanas. Teremos novamente os treinos, a briga pela pole”, relata o piloto da equipe Avíntia. “Então acho que começamos do zero novamente na próxima sexta-feira. Preciso continuar trabalhando da mesma forma, melhorar em algumas áreas e tentar ser ainda mais consistente. Sempre há coisas pra melhorar e vamos trabalhar nelas”, completou o novo líder do Mundial de Moto-E.

Resultado da primeira etapa do Mundial de Moto-E 2020, em Jerez de la Frontera:
1) Eric Granado (Brasil, Avintia Esponsorama), sete voltas em 10min55s542, média de 145,7 km/h
2) Matteo Ferrari (Itália, Trentino Gressini MotoE), a 3s044
3) Dominique Aegerter (Suíça, equipe Dynavolt Intact G), a 3s299
4) Lukas Tulovic (Alemanha, Tech3 E-Racing), a 3s517
5) Mattia Casadei (Itália, Ongentta SIC58 Squadracorse), a 4s082
6) Jordi Torres (Espanha, Pons Racing 40), a 4s245
7) Alejandro Medina (Espanha, Openbank Aspar Team), a 4s909
8) Xavier Simeon (Bélgica, LCR E-Team), a 5s475
9) 6) Josh Hook (Austrália, Octo Pramac MotoE), a 5s795
10) Mike Di Meglio (França, EG 0,0 Marc VDS), a 8s484

Classificação dos dez primeiros colocados no Campeonato:
1) Eric Granado (Brasil, Avintia Esponsorama), 25 pontos
2) Matteo Ferrari (Itália, Trentino Gressini MotoE), 20
3) Dominique Aegerter (Suíça, equipe Dynavolt Intact G), 16
4) Lukas Tulovic (Alemanha, Tech3 E-Racing), 13
5) Mattia Casadei (Itália, Ongentta SIC58 Squadracorse), 11
6) Jordi Torres (Espanha, Pons Racing 40), 10
7) Alejandro Medina (Espanha, Openbank Aspar Team), 9
8) Xavier Simeon (Bélgica, LCR E-Team), 8
9) 6) Josh Hook (Austrália, Octo Pramac MotoE), 7
10) Mike Di Meglio (França, EG 0,0 Marc VDS), 6

Calendário 2020
2ª etapa – 26/07 – Jerez de la Frontera
3ª etapa – 13/09 – Misano, Itália
4ª etapa – 19/09 – Misano, Itália
5ª etapa – 20/09 – Misano, Itália
6ª etapa – 10/10 – Le Mans, França
7ª etapa – 11/10 – Le Mans, França

Texto: Rodolpho Siqueira/Divulgação.

Fotos: MotoGP/MotoE

Copyright© 2007-2020 – carrosecorridas.com.br | Proibida a reprodução sem autorização

Tags: