Hamilton conquista oitava vitória na Hungria

19 de julho de 2020

Por Robério Lessa – Uma das coisas que separa um profissional de elevado nível ao que é apenas um “cumpridor” de tarefas é a motivação. No esporte essa motivação também é condição sine qua non para quem quer manter-se no topo, no entanto, existem aqueles que, após conquistarem o topo, estabelecem novos patamares a serem transpostos e aí é que se encaixa o britânico Lewis Hamilton.

Neste domingo (19), quem acompanhou o Grande Prêmio da Hungria de Fórmula 1 viu uma corrida bem mais animada que as últimas realizadas em solo húngaro.

Na pista do circuito de Hungaroring  não faltaram disputas em várias posições até a última volta, como foi o caso da batalha entre Max Verstappen, com sua Red Bull e Valtteri Bottas, da Mercedes, pela segunda posição.  No entanto, aquele que estava à frente não precisou de ninguém mais para receber toda a atenção.

Com uma vantagem consolidada, Hamilton levou sua Mercedes negra número 44 aos boxes para uma última troca de pneus, faltando quatro voltas para o fim da corrida e estabeleceu a volta mais rápida da prova com a marca de 1min16.627s estabelecendo um novo recorde de volta em Hungaroring.

Em sua 150ª corrida na F1, Lewis Hamilton se tornou o segundo piloto da história da categoria a somar oito vitórias em um Grande Prêmio, igualando assim o recorde de Michael Schumacher, que venceu oito vezes o GP da França.

Em sua 86ª vitória, Lewis assume a liderança na corrida pelo título de pilotos e soma agora 63 pontos, cinco a mais que seu companheiro de equipe, Valtteri Bottas que venceu a primeira corrida do ano e soma 58 pontos.

A Mercedes soma 121 pontos e lidera a disputa entre as equipes. Em segundo aparece a Red Bull Racing com 55 pontos. A McLaren é a terceira colocada com 41 pontos, seguida pela Racing Point com 40 pontos.

“Que corrida incrível. Honestamente, esse foi um dos GP’s que mais goste, apesar de estar sozinho na maioria das voltas, é um tipo muito diferente de desafio e eu estava me esforçando muito, principalmente para marcar a volta mais rápida no final. Quero agradecer imensamente a todos da equipe que estão em casa na fábrica em Brackley e em Brixworth, eles fizeram um trabalho fantástico em desenvolvimento e aprimoramento para este ano e essa equipe continua me surpreendendo. Adoro trabalhar com eles e sou grato por poder me apresentar nos fins de semana como esse carro. Tivemos um ótimo ritmo hoje, pit stops brilhantes, uma estratégia fantástica administrando os pneus médios por muito, muito tempo, no final, era o momento perfeito para usar pneus novos e ganhar esse ponto extra para a volta mais rápida. Tudo acabou de acontecer durante o fim de semana, por isso precisamos tentar continuar. Mal posso esperar por Silverstone. Apesar de sentir falta da energia que os fãs trazem, por isso espero poder correr por eles lá, pois sei que eles estarão assistindo em casa”, afirmou um animado Hamilton.

A próxima etapa da Fórmula um acontece dia dois de agosto, em Silverstone, com a realização do Grande Prêmio da Inglaterra.

Confira a classificação final do GP da Hungria de Fórmula 1 de 2020:
01- Lewis Hamilton (Mercedes)
02- Max Verstappen (Red Bull): +8.702
03- Valtteri Bottas (Mercedes): +9.452
04- Lance Stroll (Racing Point): +57.579
05- Alexander Albon (Red Bull): +78.316
06- Sebastian Vettel (Ferrari): + 1 volta
07- Sergio Pérez (Racing Point): +1 volta
08- Daniel Ricciardo (Renault): + 1 volta
09- Kevin Magnussen (Haas): + 1 volta
10- Carlos Sainz (McLaren): + 1 volta
11- Charles Leclerc (Ferrari): + 1 volta
12- Daniil Kvyat (Alpha Tauri): + 1 volta
13- Lando Norris (McLaren): + 1 volta
14- Esteban Ocon (Renault): + 1 volta
15- Romain Grosjean (Haas): + 1 volta
16- Kimi Raikkonen (Alfa Romeo): + 1 volta
17- Antonio Giovinazzi (Alfa Romeo): + 1 volta
18- George Russell (Williams): + 1 volta
19- Nicholas Latifi (Williams): +5 voltas
Não completou a prova:
Pierre Gasly (Alpha Tauri).

Acompanhe a classificação do Mundial de Pilotos após as três etapas:
01 Lewis Hamilton 63 pontos
02 Valtteri Bottas 58 pontos
03 Max Verstappen 33 pontos
04 Lando Norris 26 pontos
05 Alexander Albon 22 pontos
06 Sergio Perez 22 pontos
07 Charles Leclerc 18 pontos
08 Lance Stroll 18 pontos
09 Carlos Sainz Jr 15 pontos
10 Sebastian Vette 9 pontos
11 Daniel Ricciardo 8 pontos
12 Pierre Gasly 6 pontos
13 Esteban Ocon 4 pontos
14 Antonio Giovinazzi 2 pontos
15 Daniil Kvyat 1 ponto
16 Kevin Magnussen 1 ponto

Texto: Robério Lessa com informações da Pirelli.
Fotos: Mercedes F1/Steve Etherington-LAT-Images.

Copyright© 2007-2020 – carrosecorridas.com.br | Proibida a reprodução sem autorização

Tags: