Ricardo Zonta fica com a primeira pole da Stock Car em 2020

25 de julho de 2020

Por Robério Lessa – A temporada 2020 da Stock Car começou impondo aos pilotos um grau maior de dificuldade tendo em vista o pouco tempo que tiveram para testar os novos carros que usarão ao longo do ano. A complicação é comum a todos e eles tiveram de adaptarem-se ao que tinham às mãos e conseguir andar forte.

Neste sábado (26), no Autódromo Internacional de Goiânia (GO), foi realizado o treino de classificação disputado em dias etapas (Q1 e Q2), no qual o paranaense Ricardo Zonta, da equipe RCM Motorsport  conseguiu cravar o melhor tempo ao completar sua volta mais rápida em 1m26,014s e ficar com a primeira pole position da temporada.

Em entrevista coletiva on-line, Zonta relatou como conseguiu sua marca.  “Estou muito feliz com essa pole, estávamos há muito tempo sem correr por conta da pandemia. Conseguir uma pole na Stock Car é muito difícil, então é um momento de comemorar aqui com os mecânicos e com o pessoal da equipe esse resultado. O carro é diferente do ano passado. A estratégia de hoje foi muito boa, amanhã é outra história e outra estratégia e tem de ser bem feita para não correr riscos, a gente vai trabalhar para ver qual é o melhor caminho a ser seguido para a corrida. Quanto ao novo carro, realmente não tivemos tanto tempo de testes, a aerodinâmica dele é muito boa de reta, a gente trabalhou na suspensão para melhorar nas curvas e ainda há de melhorar”, disse o piloto que afirmou gostar de andar na pista goiana.

O segundo colocado foi Ricardo Maurício, da RC Eurofarma, que marcou sua melhor volta em 1m26,151s. Em resposta ao Carros e Corridas, Ricardinho, como é conhecido, disse que a corrida deste domingo (26) será uma incógnita para todos os pilotos, pois ainda há de se pensar nas estratégias e acertos para as duas etapas dominicais.

“O carro é novo, estamos tendo mais contato agora com esse equipamento. É um carro diferente de guiar. Andamos pouco. Foram dois treinos de meia hora, tive bastante dificuldade para encontrar o acerto do carro. No Q1 arisquei na segunda volta válida após ser atrapalhado e errado e aí entrei no Q2 que não foi diferente e digo que não sei se conseguiria fazer uma curva (Curva 3) igual como fiz. Não foi fácil nosso trabalho porque a entrada dos boxes é longa e só deu para experimentar dois tipos de ajustes a cada treino. Amanhã a gente consegue avaliar muito melhor. Andar no limite vai ser difícil já que ainda temos muito para aprender. É um jeito diferente de guiar”, ressaltou Ricardo.

O terceiro mais rápido do dia foi Daniel Serra, campeão de 2019, companheiro de equipe de Maurício, com mais um carro sob o comando de Rosinei Campos (RC Eurofarma e RCM Motorsport). Serra estabeleceu o tempo de 1m26,173s.

“É muito bom estar de volta depois de tanto tempo parado, foi legal estar na pista. A gente está conhecendo este carro agora, que é um carro novo. Tivemos um treino muito curto e começamos a conhecer mesmo o carro agora e ainda estamos aprendendo muito sobre ele. Mas acho que a equipe, mais uma vez, está de parabéns com os dois carros em segundo e terceiro, mais o carro da RCM em primeiro. Então acho que começamos bem na classificação, mas amanhã é difícil saber o que vai acontecer. Ninguém deu mais do que quatro ou cinco voltas seguidas com este carro, então acho que a corrida de amanhã pode trazer algumas surpresas”, disse Daniel Serra.

A primeira corrida deste domingo está prevista para às 11h30min. Serão 30 minutos mais uma volta de duração e o resultado final valerá para a formação do grid de largada da segunda corrida do dia, prevista para às 12h,23min. Vale lembrar que o grid da segunda corrida terá a inversão entre os 10 primeiros da etapa inicial. Tal como a primeira, a segunda corrida terá 30 minutos de duração, mais uma volta. Ambas terá transmissão, ao vivo, pelo canal de TV por assinatura SporTV 2.

Confira o grid de largada para a primeira etapa da Strock Car em Goiânia.

1 . Ricardo Zonta (RCM Motorsport / Corolla), 1:26.014
2 . Ricardo Mauricio (Eurofarma-RC / Cruze), 1:26.151
3 . Daniel Serra (Eurofarma-RC / Cruze), 1:26.173
4 . Rafael Suzuki (Full Time Bassani / Corolla), 1:26.366
5 . Allam Khodair (Blau Motorsport / Cruze), 1:26.432
6 . Cacá Bueno (Crown Racing / Cruze), 1:26.454
7 . Rubens Barrichello (Full Time Sports / Corolla), 1:26.469
8 . Matias Rossi (Full Time Sports / Corolla), 1:26.476
9 . Galid Osman (Shell V-Power / Cruze), 1:26.480
10 . Nelson Piquet Jr (Full Time Bassani / Corolla), 1:26.487
11 . Cesar Ramos (Ipiranga Racing / Corolla), 1:26.539
12 . Gaetano di Mauro (Vogel Motorsports / Cruze), 1:26.558
13 . Thiago Camilo (Ipiranga Racing / Corolla), 1:26.672
14 . Guilherme Salas (KTF Sports / Cruze), 1:26.828
15 . Diego Nunes (Blau Motorsport / Cruze), –
16 . Átila Abreu (Shell V-Power / Cruze), 1:26.843
17 . Gabriel Casagrande (R. Mattheis Motorsport / Cruze), 1:26.854
18 . Lucas Foresti (Vogel Motorsports / Cruze), 1:26.895
19 . Vitor Genz (KTF Sports / Cruze), 1:26.978
20 . Julio Campos (Crown Racing / Cruze), 1:27.028
21 . Marcos Gomes (Cavaleiro Sports / Cruze), 1:27.037
22 . Pedro Cardoso (R. Mattheis Motorsport / Cruze), 1:27.501
23 . Bruno Baptista (RCM Motorsport / Corolla), 1:27.618
24 . Tuca Antoniazi (Hot Car Competições / Cruze), 1:28.513
25 . Denis Navarro (Cavaleiro Sports / Cruze), 1:30.275

Texto: Robério Lessa
Fotos: José Mário Dias/RCM Motorsport e Duda Bairros/Vicar.

Copyright© 2007-2020 – carrosecorridas.com.br | Proibida a reprodução sem autorização

Tags: