João Paulo Rodrigues e Marcus Índio vencem no retorno da Race Cup

8 de setembro de 2020

A disputa da segunda etapa da Race Cup, no Autódromo de Interlagos (São Paulo-SP), no último fim de semana foi bastante equilibrada e igualmente empolgante. Desde os primeiros treinos livres, os pilotos mostraram muita força de vontade no retorno da categoria.

Nas três sessões de treinos livres, Marcus Índio foi sempre o mais rápido como carro #10, contudo a diferença entre os cinco primeiros colocados estava sempre muito pequena. Na formação do grid de largada, Alexandre De Ângelo anotou o tempo de 2.18.545, a volta mais rápida do final de semana até aquele momento, que lhe garantiu a pole position. Rodrigo Detilio com o carro #2, conquistou a segunda colocação no grid de largada em sua corrida de estreia.

Na primeira corrida, com os carros equilibrados, tudo seria decidido na pista. Algumas trocas de posições, incluindo na liderança. Disputas acaloradas e como esperava-se, emoção. A todo momento o que se via era muita lealdade nas disputas. João Paulo #8, conseguiu se colocar bem na disputas ao lado de De Ângelo #9 e Índio #10. Ricardo de Barros #4, que fez sua estreia na categoria, também mostrou muita competência no traçado da capital paulista.

A poucas voltas do final, Rodrigo Detilio #2, teve problemas e foi obrigado a abandonar a disputa. O carro #3 da dupla Candeu/Bruno também acabou ficando um pouco para trás na disputa, bem como o #1, da dupla Siqueira e Viscardi.

No final da primeira disputa realizada na tarde do sábado, 5, Rodrigues venceu com apenas 0.611 milésimos de vantagem sobre Ricardo de Barros que terminou em segundo lugar. Alexandre De Ângelo completou o pódio ao cruzar a linha de chega na terceira posição.

“Fico muito feliz com a vitória. O grid hoje estava muito qualificado e voltar as pistas foi muito bom. Todos estávamos em casa, ficando estressados e essa oportunidade de retornar é muito boa e com vitória melhor ainda”, afirmou João Paulo Rodrigues, vencedor da primeira corrida.

“É a minha primeira corrida. Sou de Minas Gerais e vinha treinando em track day, mas é ótimo ver todos de volta nesse esporte que amamos tanto. A disputa foi sensacional. Larguei em quinto, cheguei a cair para o sexto posto, mas a disputa foi muito intensa e estou muito surpreso em ter conquistado o segundo lugar”, afirmou Ricardo de Barros, segundo colocado na primeira corrida.

“A disputa foi bem difícil. Logo no começo da corrida acabei rodando e fui parar no final de pelotão e tivemos que fazer uma corrida de recuperação. Muito calor mas, foi uma disputa limpa e bonita”, afirmou Alexandre De Ângelo, terceiro colocado na primeira corrida.

A segunda disputa do final de semana aconteceu na manhã de domingo, 6. Com a temperatura mais amena que do dia anterior, os carros foram para a pista buscando mostrar mais uma vez o equilíbrio do dia anterior mas, Marcus Índio, não deixou que isso acontecesse.

Dominante, desde o começo da disputa, o carro #10 mostrou ter acertado na sua estratégia e traçado. Loga na entrada do “S”, na primeira volta, o carro #8 acabou rodando, fazendo com que o pelotão que vinha atrás mostrasse perícia para desviar no incidente.

Índio passou a abrir uma grande vantagem sobre os demais pilotos, Rodrigo Detilio que largou do final do pelotão passou a ganhar posições, e com isso a disputa do segundo ao décimo colocado ficou extremamente intensa e interessante.

Com apenas quatro voltas de disputa o carro #1, de Siqueira/Viscardi abandonou. O carro #8, de João Paulo Rodrigues/Fábio Sucena Rodrigues perdeu rendimento. As voltas foram se passando e Marcus Índio passou a se preocupar com Detilio que vinha em um ritmo muito forte tirando a diferença acumulada pelo carro #10, contudo as voltas não foram suficientes e Índio venceu a disputa com Detilio em segundo lugar e Alexandre De Ângelo, mesmo com problemas de freios, na terceira posição posição repetindo o resultado da corrida anterior.

“Consegui imprimir um bom ritmo de corrida desde o começo. Quando percebi que o segundo colocado começou a se aproximar, aumentei meu ritmo para manter a vantagem. A categoria é bem disputada é vamos para a próxima disputa, vamos para cima”, afirmou Marcus Índio vencedor da segunda corrida.

“Ontem o carro quebrou o trambulador e com isso tive que largar do final do pelotão. Estou no meu primeiro final de semana de corrida, nunca tinha corrido. Larguei bem, deixei alguns adversários para trás, mas quando cheguei no segundo posto, o (Marcus) Índio já tinha aberto uma reta inteira de vantagem e tirei um pouco da diferença, mas não consegui alcança-lo. Estou feliz demais”, afirmou Rodrigo Detilio, segundo colocado na segunda corrida.

“Estou muito feliz com os resultados. Tinha como meta buscar os pódios nas duas disputas, claro que lutar pela vitória, mas acabamos ficando sem freios nessa disputa e tivemos que trabalhar para nos manter na pista”, concluiu Alexandre De Ângelo, terceiro colocado na segunda corrida.

Fotos: Julio D’Paula
Texto: Matheus Furlan/High Speed Brazil.

Copyright© 2007-2020 – carrosecorridas.com.br | Proibida a reprodução sem autorização

Tags: