Rafael Lopes vence de ponta a ponta na Old Stock Race e na Opala 250

13 de setembro de 2020

Em mais uma etapa com portões fechados obedecendo os protocolos sanitários estabelecidos pelas autoridades de saúde, a organização das duas categorias realizou mais uma etapa, a terceira do ano com um número recorde de grid, tendo 33 carros inscritos para o final de semana, apesar de problemas durante os treinos ter deixado alguns carros de fora das disputas no Domingo (13).

Primeira prova:
Largando na pole, Rafael Lopes, o atual campeão manteve na primeira curva e Rodrigo Helal, pulou da segunda fila para primeira ultrapassando George Lemonias que se manteve em terceiro, mas sem deixar Helal se distanciar e fazendo a ultrapassagem ainda na primeira volta, retomando sua posição de largada. Durante a prova enquanto Rafael tinha o caminho livre, vários pelotões se formaram, com disputas muito acirradas, com destaque para o choque entre Ricardo Domenech do Opala 17 e Marco Maragno, do Opala 9, na curva da junção, fazendo os dois perderem algumas posições na quarta volta.

Lopes se manteve o tempo a uma distancia segura dos adversários diretos e a briga pela segunda colocação foi um capitulo a parte ate o final da prova. Na última volta os dois pilotos passaram ao confronto mais acirrado curva a curva com direito a um toque na junção, subindo para a bandeirada lado a lado. Lemonias conseguiu manter a posição, chegando em segundo, deixando o terceiro lugar do pódio para o piloto do carro 113. Marcos Philippi ficou em quarto, Felipe Matos, atual líder da temporada, em quinto e Evandro Camargo em sexto.

Pela Opala 250 o estreante Konrad Viehmann com a Caravan 73 largou muito bem e passou a duelar de igual para igual com outra Caravan, a de numeral 43 do piloto Thiago Lourenço durante as primeiras voltas. Konrad se deu melhor e conseguindo manter a frente na disputa vencendo a primeira prova.Thiago Lourenço foi o segundo, Giovani Almeida o terceiro. Completando o pódio Christian Cordeiro ficou em quarto, Edu Conrad em quinto e Perseu Alarcon em sexto.

Segunda prova:

Na largada Rafael manteve a ponta e, logo no final da reta dos boxes, Georges Lemonias não conseguiu segurar o Opala 113 de Rodrigo Helal, que contornou a primeira perna a sua frente, indo atrás do líder. Marcos Philippi e Felipe Matos também encostaram no pelotão passando a atacar os ponteiros, Ricardo Domenech chegou no pelotão e foi pra cima do líder do campeonato, porém, não conseguiu frear no final da reta atingindo a proteção de pneus na segunda perna do “S do Senna” perdendo muitas posições.

Lopes não teve dificuldade para se manter na liderança ate o final da prova, vencendo a segunda do dia. A disputa pelo segundo lugar novamente foi definida apenas na última volta e pelos mesmos protagonistas da primeira bateria, desta vez com Helal cruzando a linha de chegada em segundo e Lemonias terminando a prova em terceiro. Completando o pódio, Marcos Philippi em quarto, Felipe Matos em quinto e Evandro Camargo em sexto.

No pelotão intermediário os pilotos da Opala 250 também deram show, com vários carros no mesmo ritmo formado pelas Caravan 333 de Christian Cordeiro e a de numeral 73 de Konrad Viehmann juntamente com o Opala 37 de Giovani Almeida. Em um erro de Konrad, Christian seguiu em frente trazendo junto o Opala 37, mas Almeida ultrapassouu Cordeiro, vencendo a prova com seu Opala 37. Perseu Alarcon foi o segundo, Eduardo Conradt o terceiro, Konrad Viehmann o quarto, Carlos Freire o quinto e completando o pódio Rogério Mendes em sexto.

A próxima etapa da Old Stock Race e Opala 250 está marcada para dia 25 de Outubro em Interlagos.

Texto: Sergio Rodrigues/Divulgação
Fotos: Humberto Silva/OSR/Divulgação

Copyright© 2007-2020 – carrosecorridas.com.br | Proibida a reprodução sem autorização

Tags: