Diogo Moscato vai representar a Bahia na classe Codasur do Brasileiro de Kart

8 de outubro de 2020

Tradicionalmente disputada no final do mês de julho, em pleno inverno do hemisfério sul, por conta da pandemia de Covid-19 o Campeonato Brasileiro de Kart, principal certame nacional da modalidade, teve que adequar seu calendário à nova realidade mundial, sendo transferido para o mês de dezembro, em pleno verão, estação climática diametralmente oposta à habitual.

A competição será disputada no Kartódromo Internacional Speed Park, em Birigui, município do noroeste do estado de São Paulo, entre os dias 7 e 19 de dezembro. Mesmíssima pista que receberá em outubro de 2021, pela primeira vez no Brasil, o Campeonato Mundial de Kart CIK/FIA. Como tradicionalmente acontece o certame máximo do kartismo nacional será disputado em duas fases distintas, cada uma delas abrigando um diferente grupo de categorias.

Dentre essas classes, as internacionais, as categorias Codasur, Codasur Junior e Internacional OK, contarão com uma premiação à parte para seus campeões, que será a participação gratuita no Campeonato Mundial de Kart CIK/FIA em outubro de 2021. É importante ressaltar que, diferentemente das demais classes de karts propulsionados por motores de dois tempos de ciclo, essas três categorias utilizam o motor italiano IAME de 175cc, com refrigeração à água, que desenvolve mais de 40hp de potência e tem como grande diferencial o torque.

A participação dos kartistas nacionais nessas categorias será mediante a indicação de representantes pelas Federações Estaduais de Automobilismo, cristalizando a “nata” dos pilotos de cada estado da federação. Com direito a uma única vaga na classe internacional Codasur, para representar o estado da Bahia nessa 55ª edição do Campeonato Brasileiro de Kart, a FAB- Federação de Automobilismo da Bahia indicou o kartista soteropolitano Diogo Moscato (Transportadora Moscato/ Euro Grãos Transportes/ Jonas Kart), Campeão Baiano de Kart da temporada de 2019.

Segundo a programação divulgada pela Confederação Brasileira de Automobilismo – CBA, a categoria Codasur terá sua apresentação na primeira fase do Brasileiro de Kart, portanto entre os dias 07 e 12 de dezembro, no limiar da primavera e abrindo as portas para o verão, que promete ser extremamente causticante, como o foi o restante do ano de 2020. Uma das características da região noroeste paulista é que seu clima é sempre quente, com dias ensolarados e temperaturas elevadas, o que, decerto, será um importante diferencial para os competidores.

Natural de Salvador, a idílica e nordestinamente quente capital da Bahia, Diogo Moscato vê esse diferencial uma vantagem a ser explorada, já que compete habitualmente sob condições climáticas extremadas e, sempre, com bom desempenho. “A preparação física e a resistência ao calor serão fundamentais no Brasileiro deste ano e contar com um piloto com essas características é o ideal de qualquer equipe, porque os bem preparados terão um desempenho uniforme ao longo de cada corrida, sem perda de rendimento físico e mental”, explicou o renomado preparador Jonas Silva, owner do team Jonas Kart. “Diogo é o atual Campeão Baiano de Kart, correndo sob forte calor e contra pilotos também habituados ao clima quente. Acho que seremos muito competitivos no nacional deste ano”, completou Jonas.

Uma boa estreia no Baiano de Kart de 2020:

Por conta da pandemia do Covid-19 todo o esporte a motor no Brasil começou bastante tarde, o que não foi diferente com o Campeonato Baiano de Kart, que teve seu “pontapé inicial” da temporada 2020 no sábado 25/09.

Estreando na classe principal dos micromonopostos equipados com motores de quatro tempos, a F4A, o kartista soteropolitano Diogo Moscato (Transportadora Moscato/ Euro Grãos Transportes/ Joca Preparações) garantiu uma vaga no pódio da rodada de abertura do certame estadual.

A etapa foi muito competitiva, com dezenove participantes do mais alto nível, na classe principal. Para comprovar tal fato, na tomada de tempos classificatórios, que definiu a ordem de largada para a primeira bateria, a diferença do pole para o decimo quarto foi de apenas 0.39 décimos de segundo.

No warm-up, Moscato teve problemas com a quebra do suporte que fixa o lastro de chumbo no chassis do kart e boa parte da prática acabou prejudicada com o reparo da peça. Mesmo assim, ao retornar para o “field”, Diogo Moscato cravou o segundo melhor tempo do treino, a apenas 0:020 do experientíssimo Euvaldo Luz, que foi o P1 daquele treino.

Todavia, para a tomada de tempos classificatório o set-up escolhido não se apresentou o ideal para as condições de pista naquele momento e Diogo não conseguiu ter um bom rendimento, ficando com, apenas, a P8 do grid. Pior ainda. Como a corrida é imediatamente em seguida ao treino classificatório, não é permitida qualquer modificação nos bólidos – até porque não há tempo para isso – e o #54 de Diogo teve de fazer a primeira corrida com o ajuste que não era o ideal para os 57 graus centígrados da pista.

Por conta disso, Moscato largou buscando apenas somar o maior número de pontos possíveis. Com uma tocada segura Diogo evitou envolver-se em acidentes e conseguiu conter os ataques de competidores que tinham karts nitidamente mais rápidos, naquelas condições, para receber a bandeira a quadros na mesma oitava colocação.

Para a segunda prova a equipe Joca Preparações alterou o “acerto” do kart, o que resultou em melhorias significativas. Autorizada a largada Moscato colocou a faca entre os dentes e partiu para uma prova de franca progressão. No fechamento da primeira volta Diogo já era o sexto e na volta seguinte o quinto, dando calor no quarto colocado. Os combates por posições acabavam auxiliando os ponteiros da prova, que livres dos combates por posições, conseguiam abrir boa vantagem para o restante do pelotão.

Moscato não desanimou e continuou com o pé na tábua. Assumiu o quarto posto e, paulatinamente, foi descontando a desvantagem para o terceiro colocado, até que décima terceira volta conseguiu superar o P3, assumindo o posto na corrida. Diogo manteve o forte ritmo de prova, mas não havia mais tempo hábil de fazer o aprouch no vice-líder da corrida e cruzou a linha de chagada na terceira colocação, com um certo “gostinho de vitória”, após galgar cinco posições.

Nas somatórias dos pontos das duas baterias Diogo Moscato ficou empatado, com mais dois concorrentes, na P3. Todavia, o regulamento do certame diz que o critério de desempate é o posicionamento final da primeira bateria. Sendo assim, ante o oitavo posto conquistado na R1, Diogo acabou ficando com a P5 na etapa.

No Light, de volta ao palco da vitória:  Neste sábado (10), o Kartódromo de Interlagos volta a ser o centro das atenções do kartismo paulista, com a realização da sétima etapa da Copa São Paulo Light de Kart. E, novamente, a meteorologia prevê um dia nublado e com garoa constante, ou seja, com (boas) possibilidades de pista escorregadia e muito trabalho para pilotos e equipes.

A última rodada do certame contemplou a realização da sexta etapa e, também, a parte final da quinta etapa da Copa São Paulo Light de Kart, adiada, justamente, por conta das chuvas sobre Interlagos. Foi a primeira vez que Diogo Moscato (Transportadora Moscato/ Euro Grãos Transportes/ Jonas Kart) competiu na chuva (algo raro em sua cidade, Salvador) com um kart dois tempos, mas isso não foi impedimento para conquistar sua primeira vitória na categoria Sprinter, em uma etapa do forte campeonato paulista.

De volta ao mítico circuito, que marcou a carreira de ases da velocidade, como Ayrton Senna, Felipe Massa, Rubens Barrichello e muitos outros, Moscato vê na possibilidade de chuva nova chance de vitória e, mais, de descontar a diferença de quatro pontos na tabela, para o líder do campeonato. “O Diogo é rápido e tem uma pilotagem suave, lapidada na condução dos karts de quatro tempos, que não permite erros. Com isso, a pista escorregadia tornou-se nossa aliada. Quem sabe não conseguimos bisar o resultado”, segredou Jonas Silva, responsável pela preparação do veloz #54.

Será que o team Jonas Kart está ensaiando a ‘Dança da Chuva”?

Texto: Claudio Reis/PlanetKart Marketing Esportivo

Fotos: Cris Reis/Planet Kart Images

Copyright© 2007-2020 – carrosecorridas.com.br | Proibida a reprodução sem autorização

Tags: