Toque de adversário tira vitória de Pipo Derani na Petit Le Mans

19 de outubro de 2020

O brasileiro Pipo Derani fez uma grande corrida no sábado (17) na disputa da sétima etapa do IMSA WeatherTech Sportscar Championship. Defendendo o título das 10 Horas de Petit Le Mans de 2019, o piloto e os companheiros Felipe Nasr e Filipe Albuquerque estiveram bem próximos de repetir o feito. Um toque, nos minutos finais, no entanto, acabou com as chances do #31 Whelen Engineering Cadillac DPi-V.R da equipe Action Express Racing. A equipe completou a prova na quinta colocação.

Nasr iniciou a corrida no circuito de Road Atlanta na terceira posição. Nas primeiras oito horas da disputa, os pilotos da equipe estiveram sempre brigando entre os três primeiros colocados.

Com um pouco menos de duas horas para o final, Nasr assumiu a liderança e seguiu numa forte batalha com o Acura #7. O brasileiro foi ultrapassado na volta 388, mas entrou no pit muito próximo dos rivais. Derani assumiu o #31 Whelen Engineering Cadillac na volta 403.

O brasileiro saiu dos pits em segundo, mas em apenas cinco voltas retomou a liderança de Ricky Taylor no Acura #7, faltando pouco mais de uma hora para o final. Os dois seguiram brigando pela ponta e Derani estava na frente no último pit stop, na volta 433. Os rivais acabaram ganhando a liderança na parada dos boxes, faltando 30 minutos para o encerramento da prova.

Na volta 435, Derani fez uma ultrapassagem incrível em Taylor na curva 1, reassumindo a ponta. A partir daí, o piloto brasileiro seguiu firme na luta pela segunda vitória nas 10 Horas de Petit Le Mans. Mas, faltando 12 minutos para o final da disputa, Taylor tentou ultrapassar Derani na curva 6 e atingiu o carro do brasileiro, que saiu da pista e ficou na brita. A manobra do rival acabou com as chances de vitória do time.

“Perdi todo respeito que eu tinha pelo Taylor. Infelizmente, perdemos a corrida. Fizemos tudo o que poderíamos. Estávamos liderando a corrida, faltando 10 voltas, e ele (Taylor) me jogou pra fora, numa manobra desesperada para assumir a liderança. Foi um erro dele. Espero que ele durma com isso e pense um pouco, porque hoje ele cometeu um erro’’, contou Derani.

“Mas vamos pensar pelo lado positivo. Fizemos uma corrida fantástica. O Acura era muito mais rápido. Mas, no final, estávamos liderando a corrida. Eu fiz duas ultrapassagens fantásticas em cima dele, depois de perdermos a liderança nos pits. Fizemos de tudo para vencer. Todos na equipe Whelen Engineering fizeram um grande trabalho”, destacou.

“Meu foco agora é tentar vencer a próxima corrida”, finalizou o brasileiro.

Na temporada 2020, Derani tem quatro pódios (uma vitória em Sebring, um segundo lugar em Mid-Ohio e dois terceiros, Elkhart Lake e 6 Horas de Road Atlanta). O brasileiro está em terceiro no campeonato, a 12 pontos dos líderes Renger van der Zande e Ryan Briscoe, que venceram a prova deste sábado, correndo ao lado de Scott Dixon.

A temporada do IMSA entra em sua reta final, restando duas provas. A próxima delas, no dia 1º de novembro, será em Laguna Seca. O campeonato terminará com as 12 Horas de Sebring, prova que Derani já venceu três vezes.

Fotos: Brian Cleary -IMSA/Divulgação.
Texto: Fernanda Gonçalves/Divulgação.

Copyright© 2007-2020 – carrosecorridas.com.br | Proibida a reprodução sem autorização

Tags: