Toque e punição atrapalham os planos de Bruno Baptista em Goiânia

23 de novembro de 2020

Para quem disputava a liderança da primeiras corrida da Stock Car do domingo (22), em Goiânia, ser ainda penalizado com uma parada a mais de box pela direção de prova após um toque de outro carro, não podia dar nada melhor do que o nono lugar que terminou Bruno Baptista na segunda prova da 11ª etapa do Brasileiro de Stock Car.

Largando em quarto no grid, o jovem Bruno Baptista ultrapassou Daniel Serra na primeira volta e entrou na disputa pelo segundo lugar com Kodhair. Logo após ir para o segundo posto, Bruno Baptista, o líder Salas e Kodhair chegaram praticamente emparelhados no final da reta dos boxes.
Tentando a manobra de passar os dois carros por fora, considerada irregular pelos comissários, Bruno só não conseguiu completar a manobra porque um choque interno entre os dois Cruze fez o de Kodhair ir direto para cima do Corolla de Baptista, fazendo com que os dois escapassem da pista. Kodhair optou por ir para o box para preparar o seu carro para a segunda prova, enquanto Bruno insistiu de que ainda poderia chegar entre os 10 primeiros lugares porque o seu carro estava inteiro.

“Com meu Toyota rendendo bem, eu esperava ainda ficar entre os 10 primeiros colocados economizando push para a segunda corrida, onde com a largada invertida eu poderia me dar bem. Porém, para isso, tive que usar alguns push e fui surpreendido quando, após a minha boa parada de box, me deram um drive-through quando ocupava o 11º lugar. Daí em diante, só fiz mais algumas voltas, sem botão de potência, onde garanti o 17º lugar do grid. Assim, na segunda corrida, tive muito menos botões de push e ainda obtive um bom nono lugar”, finalizou Bruno Baptista, piloto da equipe Toyota RCM Racing, que tem os apoios das empresas Webmotors, HERO, Pro Automotive, Loctite e NGK do Brasil.

Com os descartes de resultados de três provas das 11 etapas realizadas, a Stock Car promete um final emocionante em Interlagos, daqui duas semanas. Com pontos dobrados e sem utilização de lastro do sucesso (peso a mais), vários pilotos vão lutar pelo título e muitos ainda possuem chances matemáticas.

Confira a classificação-geral da temporada 2020 da Stock Car com descartes:

1º – Thiago Camilo – 238 pontos
2º – Daniel Serra – 237
3º – Ricardo Maurício – 231
4º – Ricardo Zonta – 226
5º – Gabriel Casagrande – 224
6º – Rubens Barrichello – 224
7º – Cesar Ramos – 203
8º – Allam Khodair – 195
9º – Guilherme Salas – 190
10º – Diego Nunes – 185
11º – Nelson Piquet Jr. – 180
12º – Julio Campos – 161
13º – Rafael Suzuki – 152
14º – Bruno Baptista – 151
15º – Átila Abreu – 142
16º – Denis Navarro – 134
17º – Matías Rossi – 121
18º – Cacá Bueno – 113
19º – Lucas Foresti – 87
20º – Marcos Gomes – 84
21º – Gaetano di Mauro – 80
22º – Galid Osman – 77
23º – Pedro Cardoso – 76
24º – Tuca Antoniazi – 44
25º – Felipe Lapenna – 14
26º – Vitor Genz – 11
27º – Vitor Baptista – 8

Texto: Com informações de Charles Marzanasco Filho/Divulgação
Fotos: Carsten Horst/Divulgação

Copyright© 2007-2020 – carrosecorridas.com.br | Proibida a reprodução sem autorização

Tags: