Pedro Moura tem esperança de voltar a andar bem

4 de dezembro de 2020

Foto: Arquivo Pessoal do piloto

Na carreira de um piloto, passar por situações que desafiam o ânimo de continuar correndo é comum, no entanto, erguer a cabeça e permanecer imbuído de seus propósitos é uma prática que deve ser seguida à exaustão para quem almeja um lugar de destaque.

Há 15 dias, no Autódromo da Paraíba, o cearense Pedro Moura viu seu protótipo ST ser consumido pelo fogo, mas a única coisa que se transformou em cinzas foi seu carro, por que seu sonho de manter-se em atividade e acelerar na categoria crescia ainda mais enquanto, via o bólido ser consumido em chamas.

De volta ao Ceará, o piloto não perdeu tempo lamentando-se e tratou de conseguir um outro ST para, neste fim de semana, disputar as duas etapas finais do Campeonato Cearense de Esporte Protótipo na categoria EP3, destinada aos carros ST/Superturismo.

Sempre de bom humor, Pedro revelou, nesta sexta-feira o seu novo “brinquedo” em cor que chamou a atenção, a cor rosa, pink para quem gosta de estrangeirismos.

Em seu primeiro dia de atividade no belo carro número 112, Moura é mais um exemplo de que é preciso acreditar nos sonhos e não nos abatermos diante das tormentas.

“Estar aqui hoje andando nesse carro é algo para comemorar, mas eu não quero comemorar nada, quero poder andar e acertar bem o carro para a corrida. Estou muito feliz e queria agradecer a cada um que me ajudou a colocar o ST na pista aqui do Eusébio. Agora tenho de corresponder na pista para honrar todo esse esforço”, afirmou.

Pedro teve o primeiro contato com um ST na Paraíba em um teste no mês de Outubro. No entanto, o que era para ser somente um teste acabou se tornando na sua primeira oportunidade de competir no Campeonato Paraibano de Superturismo.  Animado com o tempo que virou ele comprou um carro para competir no Cearense de Protótipo em 2021. No entanto, a ausência de um piloto deu-lhe a oportunidade de estrear oficialmente em competições automobilísticas em uma categoria marcada pela competitividade.  Com direito a pole um segundo lugar na primeira bateria e um terceiro na segunda bateria, Pedro Moura deseja voltar a andar forte, só que desta vez em solo cearense.

Texto e Fotos: Robério Lessa

Copyright© 2007-2020 – carrosecorridas.com.br | Proibida a reprodução sem autorização

Tags: