Problemas mecânicos atrapalham classificação de Bruno Baptista

12 de dezembro de 2020

Um problema mecânico no treino classificatório da última etapa do Campeonato Brasileiro de Stock Car, que definiu,  neste sábado (12), em Interlagos, o grid de largada da corrida decisiva de amanhã, às 12h30, fez o jovem piloto Bruno Baptista abandonar o treino classificatório. Ele chegou até a se classificar entre os 15 finalistas na primeira parte da disputa pela pole, porém, acabou ficando com o 15º lugar do grid por não ter solucionado o problema de seu carro na segunda fase.

“O problema começou praticamente logo após eu fazer o primeiro trecho de cronometragem mais rápido das voltas finais da primeira fase, quando sentia boas possibilidades de brigar pela pole na segunda parte. Porém, mesmo perdendo desempenho, consegui me classificar para o treino final, mas não houve jeito, num curto espaço de tempo, da equipe fazer meu carro melhorar na final do qualifying. Provavelmente ocorreu um problema na bomba de combustível que fez o motor superaquecer. Com isso, o sistema de proteção desses motores mais modernos não permite funcionar quando há risco de quebra”, disse Bruno Baptista, piloto da equipe Toyota RCM Racing, que tem os apoios das empresas Webmotors, HERO, Pro Automotive, Loctite e NGK do Brasil.

Explicando que só resta torcer para que a equipe resolva o problema, Bruno ainda acredita em fazer uma boa prova de recuperação amanhã, em Interlagos, onde será decidido o título do campeonato brasileiro da Stock, com transmissão ao vivo pela Band, em canal aberto e a SportTV2, em canal fechado.

Confira a classificação do campeonato:

1º – Thiago Camilo – 238 pontos
2º – Daniel Serra – 237
3º – Ricardo Maurício – 231
4º – Ricardo Zonta – 226
5º – Gabriel Casagrande – 224
6º – Rubens Barrichello – 224
7º – Cesar Ramos – 203
8º – Allam Khodair – 195
9º – Guilherme Salas – 190
10º – Diego Nunes – 185
11º – Nelson Piquet Jr. – 180
12º – Julio Campos – 161
13º – Rafael Suzuki – 152
14º – Bruno Baptista – 151
15º – Átila Abreu – 142
16º – Denis Navarro – 134
17º – Matías Rossi – 121
18º – Cacá Bueno – 113
19º – Lucas Foresti – 87
20º – Marcos Gomes – 84
21º – Gaetano di Mauro – 80
22º – Galid Osman – 77
23º – Pedro Cardoso – 76
24º – Tuca Antoniazi – 44
25º – Felipe Lapenna – 14
26º – Vitor Genz – 11
27º – Vitor Baptista – 8

Texto: Charles Marzanasco Filho.
Fotos: Carsten Horst/Divulgação.

Copyright© 2007-2020 – carrosecorridas.com.br | Proibida a reprodução sem autorização

Tags: