General Motors tem meta para neutralizar o carbono até 2040

29 de janeiro de 2021

A General Motors anunciou que planeja se tornar neutra em carbono em seus produtos e operações globais até 2040 e se comprometeu a estabelecer metas baseadas na ciênciaⁱⁱ para atingir a neutralidade de carbono. A empresa também assinou o Business Ambition Pledge para 1,5⁰C, um chamado urgente à ação de uma coalizão global de agências da ONU, líderes empresariais e industriais
Além das metas de carbono da GM, a empresa trabalhou com o Fundo de Defesa Ambiental (EDF) dos Estados Unidos para desenvolver uma visão compartilhada de um futuro totalmente elétrico e a aspiração de eliminar as emissões de novos veículos leves até 2035. O foco da GM será oferecer veículos zero emissão em uma variedade de faixas de preço e trabalhando com todas as partes interessadas, incluindo a EDF, para construir a infraestrutura de carregamento necessária e promover a aceitação do consumidor, mantendo empregos de alta qualidade, que serão necessários para cumprir esses objetivos ambiciosos.
A montadora disse estar comprometida em alcançar a neutralidade de carbono em seus produtos e operações globais até 2040, e para isso, apoia-se em um compromisso com metas baseadas na ciência. Para atingir seus objetivos, a GM planeja descarbonizar seu portfólio ao fazer a transição para veículos elétricos a bateria ou outra tecnologia de veículos com emissão zero, obtendo energia renovável e aproveitando compensações ou créditos mínimos.
Eletrificação – A utilização de produtos da GM é responsável por 75% das emissões de carbono relacionadas a este compromisso. A GM oferecerá 30 modelos totalmente elétricos em todo o mundo até meados da década e 40% dos modelos da empresa oferecidos nos EUA serão veículos elétricos a bateria até o final de 2025. A GM está investindo USD 27 bilhões em veículos elétricos e autônomos nos próximos cinco anos – valor maior do que os USD 20 bilhões planejados antes do início da pandemia de COVID-19.
Este investimento inclui o desenvolvimento contínuo da tecnologia de bateria Ultium da GM, atualizando instalações como a Factory ZERO em Michigan e Spring Hill Manufacturing no Tennessee (EUA) para construir veículos elétricos a partir de peças de origem global e investir em novos locais como Ultium Cells LLC em Ohio (EUA), bem como fabricação e Trabalhos STEM (Ciências, Tecnologia, Engenharia e Matemática).

Mais da metade dos gastos de capital e da equipe de desenvolvimento de produtos da GM serão dedicados a programas de veículos elétricos e autônomos. E nos próximos anos, a GM planeja oferecer um EV para cada cliente, de crossovers e SUVs a caminhões e sedãs.
Para lidar com as emissões de suas próprias operações, a GM espera fornecer 100% de energia renovável para abastecer suas instalações nos EUA até 2030 e globalmente até 2035, o que representa uma aceleração de cinco anos da meta global anunciada anteriormente pela empresa. Hoje, a GM é a décima maior empresa em energia renovável do mundo e, em 2020, a companhia recebeu o prêmio 2020 Green Power Leadership da Agência de Proteção Ambiental dos Estados Unidos.
Texto: Divulgação
Foto: Divulgação

Copyright© 2007-2020 – carrosecorridas.com.br | Proibida a reprodução sem autorização

Tags: