Felipe Drugovich inicia sua segunda temporada na Fórmula 2

23 de março de 2021

A temporada mais importante da carreira do piloto Felipe Drugovich começa neste final de semana no Bahrein. Destaque em 2020, quando estreou na Fórmula 2 vencendo três corridas e marcando uma pole position, o brasileiro fará sua segunda temporada na última categoria antes da Fórmula 1 competindo pela equipe vice-campeã do ano passado, a inglesa UNI-Virtuosi.

Depois de vencer logo em seu final de semana de estreia em 2020, na Áustria, Felipe Drugovich terminou em primeiro também em Barcelona e no Bahrein, no final da temporada. E é justamente no Bahrein que a Fórmula 2 dará o “pontapé” inicial em mais um ano em que revelará novos pilotos para a Fórmula 1.

“Estou ansioso para voltar à pista em que conquistei ótimos resultados em 2020”, relembra Felipe Drugovich. “E, obviamente, estou muito animado para esta primeira rodada do ano e para uma temporada que promete muito, pois nos preparamos da melhor maneira possível. Minha expectativa é ter condições de conquistar a superlicença para a Fórmula 1 e o título na Fórmula 2”, destaca o piloto de Maringá (PR).

Felipe Drugovich e a UNI-Virtuosi participaram dos testes coletivos da Fórmula 2 no início de março, também no Bahrein. “Nos testes foi um pouco difícil vermos em que situação estávamos, se tínhamos que melhorar muito ou não. Mas fizemos tudo o que nos foi possível e posso dizer que foi tudo dentro do previsto e tudo bem positivo, o que me deixa muito animado e confiante”, disse o brasileiro.

Em 2021 a Fórmula 2 terá oito etapas triplas ao invés das 12 rodadas duplas que seu calendário apresentou na temporada passada, mantendo então as 24 corridas usuais, sempre como preliminares da Fórmula 1. A programação de cada etapa terá um treino de 45 minutos de duração e a tomada de tempos, com duração de 30 minutos, na sexta-feira.

No sábado serão disputadas duas corridas curtas, sendo a primeira com o grid formado pelo resultado da tomada de tempos, mas com os dez primeiros invertidos. Na segunda, o grid de largada será a chegada da primeira corrida, porém outra vez com a inversão dos dez primeiros.

E no domingo é a vez da prova mais longa e mais importante, quando então o resultado da tomada de tempos será efetivamente utilizado em sua forma definida na pista, ainda na sexta-feira.

“É um novo formato, que poderá ser bastante interessante”, resume Felipe Drugovich. “Vai ser um pouco difícil no início sabermos qual será a melhor estratégia para chegarmos ao maior número de pontos em cada final de semana, mas a incógnita é para todos, já que todos vão começar do zero e terão que aprender. Então estou muito animado com isso também”, finaliza Felipe Drugovich.

Felipe Drugovich tem o apoio de Drugovich Auto Peças, que atua no ramo de peças para caminhões e ônibus; da Jaloto & Drugovich, destaque nacional no segmento de transporte de cargas paletizadas; e da Stilo, fabricante italiana de capacetes.

A tomada de tempos e as três provas de cada etapa da Fórmula 2 em 2021 serão transmitidas ao vivo pelo canal Bandsports para todo o Brasil.

Confira a programação da 1ª etapa da Fórmula 2 (horários de Brasília):
Sexta-feira (26/3)
Treino Livre – 7h05 / 7h50
Tomada de tempos – 10h30 / 11h00

Sábado (27/3)
Sprint Race 1 – 7h25 – 23 voltas
Sprint Race 2 – 13h40 – 23 voltas

Domingo (28/3)
Feature Race – 7h50 – 32 voltas

 

Texto: KG COM Assessoria de Comunicação – Erno Drehmer/Divulgação

Fotos: Dutch Photo Agency/Divulgação

Copyright© 2007-2021 – carrosecorridas.com.br | Proibida a reprodução sem autorização

Tags: