Felipe Drugovich participa dos testes coletivos da F2 em Barcelona

22 de abril de 2021

Menos de um mês após realizar a rodada tripla de abertura de sua temporada 2021 no Bahrein, a Fórmula 2 está de volta às pistas. E desta vez o compromisso dos pilotos e equipes da categoria de acesso à Fórmula 1 será a segunda série de testes coletivos do ano, que será realizada em Barcelona, na Espanha, entre os dias 23 e 25 de abril.

O brasileiro Felipe Drugovich, um dos principais destaques em sua temporada de estreia na categoria em 2020 ao conquistar três vitórias e uma pole position, está animado e confiante para as atividades do próximo final de semana.

“Já estudamos bastante o que podemos fazer para termos o melhor resultado possível nos testes, está tudo organizado e o foco principal do trabalho será nos pneus”, explica Felipe Drugovich, 20 anos, que compete pela equipe inglesa UNI-Virtuosi. “No início do ano a Pirelli anunciou uma mudança nos compostos médios e duros em relação a 2020. Os médios menos que os duros, mas ainda assim temos mudanças que precisam ser melhor entendidas e adaptadas ao nosso setup. E em Barcelona, quando usaremos os médios pela primeira vez na temporada, será a melhor oportunidade”, continuou.

O Circuito da Catalunha não fará parte do calendário da Fórmula 2 em 2021, mas é especial para Felipe Drugovich, que no ano passado conquistou sua segunda vitória na categoria naquela pista. “Fui muito bem em Barcelona em 2020 e é uma pista que gosto muito, ela é bem técnica”, relembra. “Não correremos aqui esse ano, mas Barcelona ajuda muito a entender os pneus, o que dá uma importância muito grande a esta segunda série de testes coletivos”, destaca o piloto de Maringá (PR).

A Fórmula 2 realizou testes de pré-temporada no início de março no Bahrein, onde também foi disputada a primeira das oito rodadas triplas do ano. Nas duas ocasiões os pilotos utilizaram os pneus macios e duros. “Esta é a diferença básica de um teste para o outro e, como eu disse, será o foco do nosso trabalho no final de semana”, explica Felipe Drugovich. “Outro objetivo será tentar melhorar nosso ritmo de corrida. Acho que é o nosso ponto menos forte no momento. E como já tivemos a primeira etapa do ano, sabemos onde podemos melhorar em todos os aspectos”, emenda.

Felipe Drugovich tem o apoio de Drugovich Auto Peças, que atua no ramo de peças para caminhões e ônibus; da Jaloto & Drugovich, destaque nacional no segmento de transporte de cargas paletizadas; e da Stilo, fabricante italiana de capacetes.

A Fórmula 2 terá sua segunda etapa entre os dias 20 e 22 de maio em Mônaco.

 

Texto: KG COM Assessoria de Comunicação – Erno Drehmer/Divulgação

Fotos: Dutch Photo Agency/Divulgação

Copyright© 2007-2021 – carrosecorridas.com.br | Proibida a reprodução sem autorização

Tags: