Felipe Drugovich comemora pódio em Mônaco

21 de maio de 2021

Felipe Drugovich, que neste domingo completará 21 anos de idade, estreou literalmente com o pé direito no mais charmoso circuito do automobilismo mundial. Nesta sexta-feira pela manhã (no horário de Brasília) o piloto brasileiro finalizou sua participação na primeira prova da 2ª etapa da Fórmula 2 com a segunda posição, subindo no pódio em Mônaco exatamente em sua estreia no circuito.

O piloto de Maringá (PR), que compete na equipe inglesa UNI-Virtuosi, largou na segunda posição entre os 22 concorrentes, mas antes da primeira curva foi superado pelo dinamarquês Christian Lundgaard.

Drugovich manteve um ritmo constante ao longo da prova, mostrando rápida adaptação ao difícil e ‘travado’ circuito de rua, e chegou a cravar a melhor volta da corrida em sua primeira metade. Mais tarde, com o abandono de Lundgaard, Felipe Drugovich voltou a assumir a segunda posição, onde recebeu a bandeirada final.

“Foi uma estreia muito boa em Mônaco. Fiz uma boa largada, mas como temos uma ‘reta curva’ pela frente, fiquei por fora e lado a lado com o terceiro colocado e, como eu tinha outro piloto à frente, o meu companheiro de equipe, não pude atrasar a freada para garantir o segundo lugar. Preferi não arriscar, por ser uma corrida de rua”, falou Felipe Drugovich sobre os primeiros momentos da corrida. “Este foi um momento complicado na prova, pois eu pressionava o Lundgaard para que ele cometesse algum erro, enquanto ele pressionava meu companheiro de equipe, que liderava e poupava seus pneus. Isso fez com que eu usasse bastante os meus pneus”, explicou.

Na metade da prova, Christian Lundgaard, o segundo colocado, passou a ter problemas de motor. “O motor dele fazia muita fumaça, e eu não sabia se estava pingando óleo”, lembra Felipe Drugovich. “Tirei o pé, pois estava perigoso. Ele abandonou a prova. Foi uma pena para ele, mas bom para mim. Daí em diante, tentei fazer voltas rápidas, mas eu já não estava confortável com o carro por ter forçado os pneus nas primeiras voltas. Ainda assim eu tinha um bom ritmo para me manter em segundo e, ao fim de tudo, foi bom também para a equipe, pois terminamos em primeiro e segundo”, finalizou.”

Neste sábado (22) serão disputadas a segunda e a terceira prova da etapa. Na primeira delas, com duração de 30 voltas, Felipe Drugovich largará em 9º, por conta da inversão de posições entre os dez primeiros na corrida desta sexta-feira. Na segunda, mais valiosa em termos de pontuação e mais longa – 40 voltas – o brasileiro volta a largar em 9º, desta vez em função do resultado obtido na tomada de tempos de quinta-feira. A programação da 2ª etapa da Fórmula 2 será encerrada no sábado, uma vez que a categoria teve suas atividades antecipadas em um dia.

Felipe Drugovich tem o apoio de Drugovich Auto Peças, que atua no ramo de peças para caminhões e ônibus; da Jaloto & Drugovich, destaque nacional no segmento de transporte de cargas paletizadas; e da Stilo, fabricante italiana de capacetes.

Confira a programação da 2ª etapa da Fórmula 2 (horários de Brasília), com transmissão ao vivo pelo Bandsports:
Sábado (22/5)
Sprint Race 2 – 3h20 – 30 voltas
Feature Race – 12h15 – 40 voltas

O resultado da corrida desta sexta-feira em Mônaco:
1 Guanyu Zhou (CHI) – UNI-Virtuosi – 30 voltas – 44:21.272
2 Felipe Drugovich (BRA) – UNI-Virtuosi – a 2.396
3 Roy Nissany (ISR) – DAMS – a 5.909
4 Ralph Boschung (SUI) – Campos Racing – a 7.430
5 Juri Vips (EST) – Hitech Grand Prix – a 11.007
6 Dan Ticktum (GBR) – Carlin – a 11.495
7 Theo Pourchaire (FRA) – ART Grand Prix – a 13.247
8 Oscar Piastri (AUS) – Prema Racing – a 15.247
9 Liam Lawson (NZL) – Hitech Grand Prix – a 17.514
10 Marcus Armstrong (NZL) – DAMS – a 18.947
11 Jehan Daruvala (IND) – Carlin – a 19.290
12 David Beckmann (ALE) – Charouz Racing System – a 19.546
13 Richard Verschoor (HOL) – MP Motorsport – a 19.915
14 Bent Viscaal (HOL) – Trident – a 20.234
15 Lirim Zendeli (ALE) – MP Motorsport – a 20.755
16 Jack Aitken (GBR) – HWA Racelab – a 21.168
17 Guilherme Samaia (BRA) – Charouz Racing System – a 21.873
nc Alessio Deledda (ITA) – HWA Racelab – a 1 volta
nc Marino Sato (JAP) – Trident – DNF
nc Gianluca Petecof (BRA) – Campos Racing – DNF
nc Christian Lundgaard (DIN) – ART Grand Prix – DNF
nc Robert Shwartzmann (RUS) – Prema Racing – DNF

 

Texto: KG COM Assessoria de Comunicação – Erno Drehmer/Divulgação

Fotos: Dutch Photo Agency/Divulgação

Copyright© 2007-2021 – carrosecorridas.com.br | Proibida a reprodução sem autorização

Tags: