Jaidson Zini destaca evolução em Goiânia

24 de maio de 2021

No último final de semana, a Copa Truck retornou ao Autódromo Internacional Ayrton Senna – palco da primeira corrida na história da categoria, em 28 de maio de 2017 – para a etapa de abertura da temporada 2021. Entre os 26 caminhões alinhados no grid do traçado goiano, destaque para o Mercedes Benz de Jaidson Zini – que já disputou a categoria dos brutos com as marcas Iveco e Scania – e, agora, retorna à disputa após um ano distante das pistas.

Após o desempenho aquém do esperado no classificatório, por conta de ajustes e acertos no caminhão, o piloto adotou estratégia mais conservadora nas corridas 1 e 2 do domingo a fim de alcançar o seu principal objetivo: encerrar a participação entre os dez primeiros do grid.

“Começamos o ano com caminhão novo, equipe nova. Foi o meu retorno após um ano parado e longe das pistas. A gente vinha numa evolução nos treinos, mas, infelizmente, nos classificatórios a gente não conseguiu ir bem. (…) Para a segunda corrida a gente largou em 16º, mas o ritmo era bom, entre o 4º e 8º colocados vinham no mesmo ritmo. Diante disso, fomos coroados com o 7º lugar, que eu acho que pela estreia, está de bom tamanho. Além disso, na classificação dos campeonatos ficamos entre os dez, que é o nosso objetivo, entrar entre os dez primeiros. Agradeço à minha equipe e a todos os meus patrocinadores” destacou.

Para as próximas etapas, o piloto acredita numa evolução ainda maior, principalmente por conta da melhor adaptação, do foco e da constância. Com isso, Zini espera alcançar a ponta do grid. Na sequência do calendário, a Copa Truck irá desembarcar no Autódromo de Interlagos, no dia 27 de junho, para a segunda etapa.

Resultado Corrida

1° André Marques (Mercedes-Benz) 11 voltas em 21:00.817
2° Wellington Cirino (Mercedes-Benz) a 4.198
3° Giuliano Losacco (Mercedes-Benz) a 5.791*
4° José Augusto Dias (Volkswagen) a 7.777*
5° Felipe Tozzo (Iveco) a 21.964*
6° Valmir Benavides (Iveco) a 23.409
7° Jaidson Zini (Mercedes-Benz) a 29.436
8° Evandro Camargo (Mercedes-Benz) a 31.358*
9° Djalma Pivetta (Iveco) a 32.516*
10° Luiz Lopes (Iveco) a 42.554
11° Glauco Barros (Mercedes-Benz) a 1:39.189*
12° Daniel Kelemen (Mercedes-Benz) a 4 Voltas*
13° Rodrigo Pimenta (Protótipo) a 6 Voltas*
14° Adalberto Jardim (Protótipo) a 11 Voltas
15° Felipe Giaffone (Iveco) a 11 Voltas
16° Danilo Alamini (MAN) a 11 Voltas*
17° Débora Rodrigues (Volkswagen)
18° Paulo Salustiano (Volkswagen)
19° Fábio Fogaça (Protótipo)*
20° Danilo Dirani (Mercedes-Benz)
21° Maicon Roncen (Volvo)*
22° Pedro Paulo Fernandes (Mercedes-Benz)*

Campeonato de pilotos

1. André Marques, 36
2. Giuliano Losacco, 34
3. Wellington Cirino, 32
4. Felipe Tozzo, 26
5. Valmir Benavides, 23
6. José Augusto, 23
7. Felipe Giaffone, 22
8. Evandro Camargo, 20
9. Djalma Pivetta, 16
10. Jaidson Zini, 15
11. Adalberto Jardim, 14
12. Luiz Lopes, 14
13. Glauco Barros, 12
14. Daniel Kelemen, 10

Não possuem pontos: Danilo Alamini, Maicon Roncem, Pedro Paulo Fernandes, Danilo Dirani, Paulo Salustiano, Fabio Fogaça, Debora Rodrigues, Rodrigo Pimenta, Carlos Machado, Beto Monteiro e Roberval Andrade.

Campeonato de Marcas

1. Mercedes-Benz, 72
2. Iveco, 58
3. Volkswagen, 23
4. Volvo, 0

Texto: Alessandra Seidel/Divulgação

Fotos: Rodrigo Ruiz/Divulgação

Copyright© 2007-2021 – carrosecorridas.com.br | Proibida a reprodução sem autorização

Tags: