Paranaenses vencem as 500 Milhas em Londrina

25 de outubro de 2021

Correndo em casa, o quinteto londrinense formado pelo pilotos Leandro Totti, Maycon Tumiate, Sérgio Carlesso, José Vilela e Leonardo Yoshi fizeram história ao venceram a Prova Comemorativa 500, valendo pela 29ª edição das 500 Milhas de Londrina e pela 37ª edição dos 500 Km de São Paulo. Pela primeira vez as duas tradicionais competições de longa duração foram realizadas em programação conjunta, no Autódromo Internacional Ayrton Senna, em Londrina, no Norte do Paraná.

A prova começou no sábado às 15 horas, mas foi interrompida por volta das 17 horas, com 69 completadas, em função do temporal com fortes chuvas que caíram em Londrina. Depois de duas horas de paralisação, a direção prova tentou reiniciar a corrida com o Pace Car à frente do pelotão e depois de oito voltas, paralisou em definitivo por falta de segurança. O quinteto londrinense já estava na liderança. No domingo, a corrida recomeçou às 9h30 e foi disputada sem chuva.

O quinteto Leandro Totti, Maycon Tumiate, Sérgio Carlesso, José Vilela e Leonardo Yoshi competiram com os carros 73 e 74. Eles assumiram a liderança na largada com o carro 73. Na sexta volta, perderam a liderança para Jair e Duda Bana, que tinham largado na pole position e lideraram até a volta 61, quanto o quinteto Leandro Totti, Maycon Tumiate, Sérgio Carlesso, José Vilela e Leonardo Yoshi reassumiram a liderança, mas agora com o carro 74. Jair e Duda Bana reassumiram a liderança na volta 79 e ficaram em primeiro até a volta 97, quando 97, quando tiveram a quebra do pino da suspensão do Protótipo Predador quebrado e ficaram 10 minutos dos boxes para reparos. O quinteto londrinense reassumiu a liderança com o carro 74 e ficaram na liderança até a bandeirada final. Eles completaram as 500 Milhas (263 voltas) em 6h29m36s416, com quatro voltas de vantagem para Jair e Duda Bana.

Em terceiro se classificou o trio paulista formado por Edras Soares, Juarez Soares e Esdras Soares, que receberam a bandeirada a 20 voltas do vencedor. O duplo Antônio Martinez Paz/Luiz Abbad, de São Paulo, obteve o quarto lugar a 25 voltas dos vencedores; ao passo que o trio Rafael Kasai/Otávio Carma cio/Ricardo Sávio, também de São Paulo, se classificou em quinto, com 37 voltas de atraso em relação aos vencedores.

500 km SP – O quinteto londrinense também formado por Leandro Totti, Maycon Tumiate, Sérgio Carlesso, José Vilela e Leonardo Yoshi foi vencedor também nos 500 km de São Paulo, completando 163 voltas em 4h07m58s325, recebendo a bandeirada seis voltas à frente do trio Edras Soares/Juarez Soares/Esdras Soares, de São Paulo. Os paranaenses Jair e Duda Bana conquistaram o terceiro lugar.

Porta-voz do quinteto, Leandro Totti destacou que sabiam que ritmo seria forte e partiram para o ataque no início da prova com o carro 73, mas com a quebra do semi-eixo, decidiram apostar todas as fichas no carro 74 e deu certo. Ele também destaca que os cinco pilotos cumpriram a risca a estratégia, não cometeram erros e os mecânicos realizaram excelente trabalho nos boxes. “Essa vitória é especial para mim em particular. Como piloto, faz 20 anos, que estou tentando vencer as 500 Milhas de Londrina e venci pela primeira vez”, diz Totti.

Já Jair Bana frisou que a quebra do pino da suspensão tirou a possibilidade de brigar pela vitória. “Ficamos 10 minutos nos boxes para reparos. Retornamos e andamos forte, recuperando algumas voltas. Sem o problema e pela performance de nosso Protótipo, teríamos condições de vencer”, completa Jair Bana.

A promoção e organização das 500 Milhas/500 Km de São Paulo foram de Beto Borghesi, Aloysio Moreira e Silvio Zambello, supervisão da Federação Paranaense de Automobilismo (FPrA) e apoio do Hotel Cristal, Iticon Construtora, Hastan Motors, Bravo Publicidade, Conasa, Mais Saúde e Pneus Yokohama.

 

Texto: Luiz Aparecido da Silva/Divulgação

Fotos: Cláudio Kolodziej/Divulgação

Copyright© 2007-2021 – carrosecorridas.com.br | Proibida a reprodução sem autorização

Tags: