ABNT orienta para a instalação e manutenção do sistema GNV nos veículos

1 de novembro de 2021

A escalada dos preços dos combustíveis que só nos últimos dose meses subiram 42,02%, segundo dados do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), divulgados pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), impactaram diretamente consumidores e trabalhadores que atuam com transportes, como motoristas de aplicativos e entregadores.

Com a elevação dos custos para rodar e baixa margem de lucro, muitos motoristas têm buscado oficinas de instalação de sistemas GNV (Gás Natural Veicular) em automóveis para tentar fugir dos aumentos da gasolina e do etanol. A recuperação do consumo de GNV sinaliza a retomada no segmento automotivo, que segundo a Associação Brasileira das Empresas Distribuidoras de Gás Canalizado (ABEGÁS), teve alta de 21,7% em outubro ante setembro, em um movimento de alta inclusive na comparação de 12 meses: 3,6%. Atualmente o consumo responde por 6,5 milhões de metros cúbicos/dia.

Considerado seguro, o Gás Natural Veicular (GNV) também tem a vantagem de poder ser usado como combustível alternativo. Por ser mais leve que o ar e armazenado nos veículos em cilindros sob alta pressão, não oferece risco de explosão, por ser dotado de válvulas de segurança que se fecham caso haja algum rompimento na tubulação. “O conjunto de normas técnicas ABNT dá a desejada segurança, quando se fala em veículo e combustível”, explica José Luiz Albertin, Chefe de Secretaria do Comitê Brasileiro Automotivo CB 005, da ABNT – Associação Brasileira de Normas Técnicas.

Os especialistas advertem que há kit de conversão e, por sinal, só deve ser instalado por oficinas credenciadas pelo Instituto Nacional de Normalização, Qualidade e Tecnologia (Inmetro).

A ABNT possui um acervo de normas completo para garantir a segurança e as competências desejadas para o perfil profissional do mecânico de instalação de sistemas de GNV. As normas ABNT permitem qualificar profissionais e fazer avaliações de conformidade, nas atividades de instalação, desinstalação e manutenção desses sistemas.

 

Dentre as quais é possível destacar:

• ABNT NBR 16583:2017 – Qualificação de pessoas no processo de instalação e manutenção de sistemas GNV em veículos automotivos – Perfil profissional do mecânico de instalação de sistemas de GNV.

• ABNT NBR 11353-1:2007 – Veículos rodoviários e veículos automotores – Sistema de gás natural veicular (GNV)

• Parte 1:Terminologia, que apresenta as definições utilizadas nas instalações veiculares de GNV.

• ABNT NBR 11353-2:2007 – Veículos rodoviários e veículos automotores – Sistema de gás natural veicular.

• Parte 2: Injetores, indicadores, misturadores, dosadores, injeção e controle, que estabelece os requisitos mínimos de segurança para injetores, indicadores, misturadores, dosadores, injeção e controle.

• ABNT NBR 11353-3:2007 – Veículos rodoviários e veículos automotores – Sistema de gás natural veicular (GNV).

• Parte 3: Redutores de pressão, que estabelece os requisitos mínimos técnicos e de segurança para redutores de pressão de GNV.

• ABNT NBR 11355-4:2007 – Veículos rodoviários e veículos automotores – Sistema de gás natural veicular.

• Parte 4:Cilindro, válvulas, sistemas de ventilação e linha de alta pressão, que estabelece os requisitos mínimos de segurança para cilindros, válvulas, sistema de ventilação e linha de alta pressão.

• ABNT NBR 11355-5:2007 – Veículos rodoviários e veículos automotores – Sistema de gás natural veicular (GNV).

• Parte 5: Suportes em geral, que estabelece os requisitos mínimos de segurança para os suportes na instalação de sistemas de GNV.

• ABNT NBR 11355-6:2007 – Veículos rodoviários e veículos automotores – Sistema de gás natural veicular.

• Parte 6: Instalação, que estabelece os requisitos mínimos para execução e instalação de sistemas de gás natural veicular, para uso exclusivo do GNV comercial, visando à segurança do veículo adaptado, a qualidade do serviço de instalação e o bem-estar do usuário.

Fotos: GasNet/Agência de Notícia Pública do Paraná.

Copyright© 2007-2021 – carrosecorridas.com.br | Proibida a reprodução sem autorização