Digo Baptista fica fora do pódio de uma etapa pela primeira vez na temporada

1 de novembro de 2021

A disputa da quinta etapa do TCR South America, realizada neste domingo (31), no autódromo de Rio Cuarto, em Córdoba, na Argentina, foi a mais difícil da temporada até aqui para o piloto brasileiro Digo Baptista.

Depois de fazer a pole e vencer as duas provas, na etapa anterior no Uruguai, Digo enfrentou problemas na rodada argentina e, pela primeira vez no ano, ficou fora do pódio em uma etapa do campeonato.

No sábado (30), no classificatório, o piloto da Cobra Racing Team foi o sexto colocado na disputa com pista molhada. Levando 60 kg a mais – por ter feito a pole na etapa passada -, Digo trabalhou bastante para evoluir seu Audi RS3 LM TCR nestas condições.

A pole position ficou com o argentino Ever Franetovich, que faturou a vitória na corrida 1. Embora não tenha chovido muito durante as corridas deste domingo, os pilotos enfrentaram temperaturas baixas e pista úmida.

Digo manteve-se boa parte da primeira prova entre os Top-6, mas no final enfrentou problemas e perdeu rendimento, caindo para oitavo.

“Foi um final de semana difícil, que já começou complicado em virtude do lastro de 60 kg. Mesmo assim, acho que me adaptei bem. Mexemos bastante no carro e acredito que ele estava bom para as corridas, principalmente, no seco, que foi a condição que treinamos mais”, lembrou Digo.

“Na primeira corrida, eu tinha um ritmo bom, mas enfrentei um problema com o carro, que entrou em modo de segurança. Começou a subir as temperaturas de água e de câmbio, perdi um pouco de potência e caí duas posições”, explicou o brasileiro de 25 anos.

Na corrida 2, o piloto da Cobra Racing Team largou bem, mas acabou se envolvendo em um acidente e foi punido. A vitória ficou com o peruano Rodrigo Pflucker.

Com os resultados, Digo perdeu a liderança do campeonato e caiu para o segundo lugar, 13 pontos atrás do espanhol Pepe Oriola, terceiro e quarto nas corridas em Rio Cuarto.

“Na segunda corrida, cometi um erro. Estava muito frio, com pneu de chuva, pista molhada e muito escorregadia. O Safety Car fez uma volta muito lenta e não deu para aquecer os freios e pneus. Na primeira curva, na hora que eu toquei no freio, bloqueou as rodas dianteiras e aí eu virei passageiro e acabei tocando o carro que estava a minha frente. Uma pena… Perdemos bastante pontos, mas corridas são assim. Vamos em busca da recuperação na próxima etapa”, finalizou Baptista.

Nesta temporada de estreia da competição, Digo já tem três vitórias (Curitiba e duas em El Pinar), um segundo lugar (Rivera) e um terceiro (Interlagos).

A sexta etapa da temporada será disputada em Buenos Aires nos dias 12 e 13 de novembro.

Texto: Charles Marzanasco Filho.
Fotos: Renzo Carletti / TCR South America.

Copyright© 2007-2021 – carrosecorridas.com.br | Proibida a reprodução sem autorização

Tags: