Vitórias de Thiago Camilo e Ricardo Maurício em Santa Cruz do Sul

21 de novembro de 2021

O calor surpreendeu os pilotos neste domingo (21) em Santa Cruz do Sul (RS) para a 11ª e penúltima etapa de 2021 da Stock Car Pro Series. No momento da largada, às 13h50, a temperatura ambiente era de 36 graus e a do asfalto, 59ºC, medição recorde na atual temporada da principal categoria do automobilismo brasileiro, superando os números registrados em Goiânia (GO) nas etapas realizadas em setembro.

As duas corridas, bastante disputadas, tiveram as vitórias de Thiago Camilo na primeira e de Ricardo Maurício na segunda. Camilo chegou ao Rio Grande do Sul na sétima posição da tabela e sai em terceiro, um ponto à frente de Rubens Barrichello e 56 atrás do líder Casagrande. É o único piloto, além do vice-líder Daniel Serra, a alimentar chances matemáticas – embora remotas – de ser campeão: precisa fazer a pole position e vencer as duas corridas de Interlagos, e ainda torcer para que Casagrande e Serra não pontuem.

Thiago, que no sábado (20) marcou a 27ª pole de sua carreira, venceu pela quarta vez nesta temporada e em Santa Cruz do Sul teve a companhia de Julio Campos e Allam Khodair no pódio. Casagrande e Serra fecharam os cinco primeiros.

A etapa foi uma guerra estratégica, especialmente em virtude do calor e do abrasivo asfalto da pista, que desgastava excessivamente os pneus e também representava um desafio ao sistema de freios, com os discos fornecidos pela Fremax sustentando temperaturas de até 720 graus e as pastilhas da Fras-le com até 840ºC. E Ricardo Maurício, que abandonou a primeira prova após um furo de pneu, largou na segunda prova para vencer pela sexta vez nesta temporada – é o piloto que mais ganhou corridas em 2021 na Stock Car Pro Series. Rafael Suzuki foi o segundo e Rubens Barrichello, o terceiro.

Os postulantes ao título fecharam a segunda prova em sexto (Casagrande) e décimo (Serra), com Camilo terminando em nono. O autódromo de Interlagos, em São Paulo, recebe a grande final do campeonato no dia 12 de dezembro. Os resultados de Santa Cruz do Sul permitiram a Gabriel Casagrande, da A-Mattheis Vogel, deixar o Sul com vantagem de 25 pontos sobre o tricampeão Daniel Serra, da Eurofarma-RC.

“Ganhar o título é praticamente impossível, mas não é impossível, já que o Ricardo Mauricio, esse ano, já conseguiu uma pole e duas vitórias no fim de semana. Enquanto houver uma chance a gente vai lutar muito. Mas o mais importante aqui foi fazer a pole, vencer uma corrida em condições duríssimas, com um calor bem acima de ontem, o asfalto tremendamente abrasivo e um desgaste de pneus absurdo, nesse traçado que é um dos mais técnicos do Brasil. E depois adotar uma estratégia diferenciada na segunda corrida e pontuar bem. Isso mostra que a equipe chegou ao fim do ano muito competitiva, e em fevereiro já começa uma nova temporada. Vamos começar com tudo”, disse Thiago Camilo.

“Tem sido um ano difícil para mim, mas ao mesmo tempo muito gratificante. O Covid me derrubou um pouco, perdi as provas de Interlagos no começo do ano, tive três quebras, aqui tive um furo de pneu. E das 20 corridas que fiz esse ano foram seis vitórias, um recorde neste ano. Só tenho a agradecer à equipe, aos patrocinadores e trabalhar para ajudar o Daniel (Serra) a trazer este título para a equipe”, afirmou Ricardo Maurício.

Confira o resultado da Primeira Corrida
1 Thiago Camilo (Ipiranga Racing/Corolla)
2 Julio Campos (Lubrax Podium Stock Car Team/Cruze) a 0.457
3 Allam Khodair (Blau Motorsport/Cruze) a 2.380
4 Gabriel Casagrande (AMattheis Vogel Motorsport/Cruze) a 12.285
5 Daniel Serra (Eurofarma-RC/Cruze) a 17.019
6 Galid Osman (Shell V-Power/Cruze) a 19.637
7 Diego Nunes (Blau Motorsport/Cruze) a 20.549
8 Lucas Foresti (KTF Sports/Cruze) a 21.109
9 Rubens Barrichello (Full Time Sports/Corolla) a 23.828
10 Pedro Cardoso (KTF Racing/Cruze) a 27.861
11 Ricardo Zonta (RCM Motorsport/Corolla) a 28.022
12 Valdeno Brito (Hot Car Competições/Cruze) a 49.405
13 Átila Abreu (Shell V-Power/Cruze) a 1:27.111
14 Denis Navarro (Cavaleiro Sports/Cruze) a 1:42.705
15 Cacá Bueno (Crown Racing/Cruze) a 1 Volta
16 Felipe Lapenna (Hot Car Competições/Cruze) a 1 Volta
17 Felipe Massa (Lubrax Podium Stock Car Team/Cruze) a 1 Volta
18 Christian Hahn (Blau Motorsport II/Cruze) a 1 Volta
19 Cesar Ramos (Ipiranga Racing/Corolla) a 1 Volta
20 Marcos Gomes (Cavaleiro Sports/Cruze) a 1 Volta
21 Guilherme Salas (KTF Sports/Cruze) a 1 Volta
22 Matias Rossi (Full Time Sports/Corolla) a 1 Volta
23 Rafael Suzuki (Full Time Bassani/Corolla) a 1 Volta
24 Beto Monteiro (Crown Racing/Cruze) a 1 Volta
25 Tony Kanaan (Full Time Bassani/Corolla) a 1 Volta
26 Gaetano di Mauro (KTF Racing/Cruze) a 4 Voltas
27 Gustavo Frigotto (RKL Competições/Cruze) a 7 Voltas
Não completaram
Ricardo Mauricio (Eurofarma-RC/Cruze)
Sergio Jimenez (Scuderia CJ/Corolla)
Guga Lima (AMattheis Vogel Motorsport/Cruze)
Bruno Baptista (RCM Motorsport/Corolla)

Confira o resultado da segunda corrida 

1 Ricardo Mauricio (Eurofarma-RC/Cruze)
2 Rafael Suzuki (Full Time Bassani/Corolla) a 3.800
3 Rubens Barrichello (Full Time Sports/Corolla) a 9.420
4 Denis Navarro (Cavaleiro Sports/Cruze) a 10.684
5 Ricardo Zonta (RCM Motorsport/Corolla) a 10.957
6 Gabriel Casagrande (AMattheis Vogel Motorsport/Cruze) a 11.904
7 Bruno Baptista (RCM Motorsport/Corolla) a 12.824
8 Allam Khodair (Blau Motorsport/Cruze) a 14.255
9 Thiago Camilo (Ipiranga Racing/Corolla) a 14.531
10 Daniel Serra (Eurofarma-RC/Cruze) a 14.772
11 Átila Abreu (Shell V-Power/Cruze) a 17.432
12 Galid Osman (Shell V-Power/Cruze) a 17.745
13 Pedro Cardoso (KTF Racing/Cruze) a 18.661
14 Diego Nunes (Blau Motorsport/Cruze) a 18.828
15 Marcos Gomes (Cavaleiro Sports/Cruze) a 18.935
16 Gustavo Frigotto (RKL Competições/Cruze) a 32.824
17 Tony Kanaan (Full Time Bassani/Corolla) a 1 Volta
18 Lucas Foresti (KTF Sports/Cruze) a 1 Volta
19 Cesar Ramos (Ipiranga Racing/Corolla) a 2 Voltas
Não completaram
Guga Lima (AMattheis Vogel Motorsport/Cruze)
Felipe Lapenna (Hot Car Competições/Cruze)
Gaetano di Mauro (KTF Racing/Cruze)
Guilherme Salas (KTF Sports/Cruze)
Felipe Massa (Lubrax Podium Stock Car Team/Cruze)
Beto Monteiro (Crown Racing/Cruze)
Cacá Bueno (Crown Racing/Cruze)
Julio Campos (Lubrax Podium Stock Car Team/Cruze)
Valdeno Brito (Hot Car Competições/Cruze)
Christian Hahn (Blau Motorsport II/Cruze)
Matias Rossi (Full Time Sports/Corolla)
Sergio Jimenez (Scuderia CJ/Corolla)

Pilotos que já venceram em 2021
Goiânia: Daniel Serra e Ricardo Maurício
Interlagos: Gabriel Casagrande e António Félix da Costa
Velocitta: Gabriel Casagrande e Lucas Foresti
Velocitta: Rubens Barrichello e Ricardo Zonta
Cascavel: Thiago Camilo e Átila Abreu
Curitiba (misto): Ricardo Maurício e Thiago Camilo
Curitiba (externo): Rafael Suzuki e Átila Abreu
Goiânia (misto): Rubens Barrichello e Ricardo Maurício
Goiânia (externo): Ricardo Maurício em ambas
Velocitta: Guilherme Salas e Thiago Camilo
Santa Cruz do Sul: Thiago Camilo e Ricardo Maurício

 

Texto: Cleber Bernuci/P1 Media Relations/Divulgação

Fotos: Vanderley Soares/P1 Media Relations/Divulgação

Copyright© 2007-2021 – carrosecorridas.com.br | Proibida a reprodução sem autorização

Tags: