Leclerc vence mais uma e amplia vantagem na briga pelo título

11 de abril de 2022

Por Robério Lessa – Quem acordou ou manteve-se acordado na madrugada do domingo (10) (Horário de Brasília), tarde em Melbourne (Austrália), viu um piloto determinado a vencer o Grande Prêmio de Fórmula 1 daquele país da Oceania.

O monegasco Charles Leclerc, da Ferrari mostrou grande domínio da corrida e, mesmo nas relargadas, não teve dificuldade para manter seu F1 à frente do pelotão.

Com a vitória na Austrália, ele se distancia na liderança da competição e está 34 pontos à frente do segundo colocado na classificação-geral o Mundial de Pilotos, o inglês George Russell.

Essa é a segunda vitória em três etapas realizadas, assim, Leclerc passa aos 71 pontos contra 37 de Russel e 33 de seu companheiro ferrarista, o espanhol Carlos Sainz, o terceiro. O mecicano Sergio Pérez é o quarto colocado com 30 pontos, seguido pelo inglês Lewis Hamilton com 28 pontos, em quinto e Max Verstappen, o sexto com 25 pontos.

Pela segunda vez na temporada o carro número um do time dos touros vermelhos deixou Max fora do pódio e ele ainda viu seu colega na escuderia chegar naquele que seria seu lugar em solo australiano. Na volta 39  o motor (Honda – A Honda saiu da categoria, mas acertou com a equipe austríaca a transferência de tecnologia de seu propulsor, mesmo sem ter seu nome estampado) fumaçou e Verstappen teve de parar. Além da fumaça, viu-se algumas chamas que foram debeladas. A quebra acende um alerta quanto a falta de confiabilidade, já que no Bahrein os dois carros da  Red Bull não co,mpletaram a prova.

Max ainda terá muito tempo para recuperar os pontos, no entanto, precisa torcer para um revés de Leclerc.

“Comendo pelas beiradas” aparece a Mercedes e George Russel ratifica o porquê de sua contratação pela esacuderia germânica, colocando-se à frente do sete vezes campeão Hamilton. Russel andou bem na Austrália. Foi constante e rápido e não deu margem a um possível pedido para aquela famigerada troca de posições a fim de beneficiar o primeiro piloto da Mercedes.

Abrir essa vantagem sobre seu concorrente interno é importante nesse momento, sobretudo porque o próximo Grande Prêmio já será disputado em solo europeu, o que deve permitrir novos ajustes no carro da Mercedes, que deu sorte nesse início com as quebras da Red Bull.

Falando em equipes, a Ferrari nada de braçada na corrida pelo título de construtores com 104 pontos. E a segunda colocada é a Mercedes! Isso mesmo! A Mercedes soma 65 pontos e está à frente da Red Bull, que tem 55 pontos e é a terceira colocada. A McLaren, nova surpresa na tabela da classificação entre as equipes, tem 24 pontos e está na quarta colocação.

Clique Aqui para ver os melhores momentos da corrida

A próxima etapa da competição acontece dia 24 de abril com a realização do Grande Prêmio da Emiglia Romagna, em Ímola, circuito Enzo e Dino Ferrari.

Confira a programação da próxima etapa:

Sexta-feira – 22
8h30 às 9h30 – Treino Livre 1
12h às 13h – Qualificação

Sábado – 23
7h30 às 8h30 – Treino Livre 2
11h30 – Sprint

Domingo – 24
10h – Corrida

Confira o resultado do Grande Prêmio da Austrália de Fórmula 1:

01 Charles Leclerc (Ferrari)
02 Sergio Pérez (Red Bull)
03 George Russell (Mercedes)
04 Lewis Hamilton (Mercedes)
05 Lando Norris (McLaren/Mercedes)
06 Daniel Ricciardo (McLaren/Mercedes)
07 Esteban Ocon (Alpine/Renault)
08 Valtteri Bottas (Alfa Romeo/Ferrari)
09 Pierre Gasly (AlphaTauri/Red Bull)
10 Alexander Albon (Williams/Mercedes)
11 Zhou Guanyu (Alfa Romeo/Ferrari)
12 Lance Stroll (Aston Martin/Mercedes)
13 Mick Schumacher (Haas/Ferrari)
14 Kevin Magnussen (Haas/Ferrari)
15 Yuki Tsunoda (AlphaTauri/Red Bull)
16 Nicholas Latifi (Williams/Mercedes)
17 Fernando Alonso (Alpine/Renault)
Não compçletaram a corrida:
Max Verstappen (Red Bull)
Sebastian Vettel (Aston Martin/Mercedes)
Carlos Sainz Jr. (Ferrari)

Texto: Robério Lessa.

Fots: F1.com/Liberty Media.

Copyright© 2007-2022 – carrosecorridas.com.br | Proibida a reprodução sem autorização

Tags: